Império encanta com desfile luxuoso e se credencia a disputa do título na comemoração dos 60 anos da agremiação

Trinta e três vezes campeã do Carnaval de Corumbá, e, 60 anos de tradição colorindo o coração do Pantanal sul-mato-grossense em verde e rosa. Essa é a marca de uma das escolas de samba mais tradicionais da cidade, Grêmio Recreativo escola de samba Império do Morro, que trouxe para a Avenida General Rondon, já na madrugada de terça-feira, 13 de fevereiro, encerrando o desfile oficial das agremiações em 2018, os seus anos de glória dentro do reino da folia, aposta, para arrematar mais uma vez, o título de campeã do maior e melhor Carnaval da região Centro-Oeste.

Com o enredo: “Valdir Gomes, o supremo imperador das passarelas apresenta: Império, 60 anos de glória no Reino da Folia”, a agremiação além de contar sua tradição na Avenida, trouxe como anfitrião dessa grande festa, o próprio Valdir Gomes, um dos personagens mais apaixonados pela Verde e Rosa.

Agremiação encantou o público ao comemorar 60 anos de carnaval na avenida

Um mil e cem componentes fizeram parte dessa grande viagem da Império do Morro, divididos em 14 alas. Em seu desfile, cinco carros alegóricos, contando o poder imperiano de ser, fizeram parte do desfile da escola de samba fundada em 1958 no Morro da Cervejaria, por “Xa Ana” e Dona Venância Duarte, se consolidando como a mais antiga na cidade de Corumbá.

Na comissão de frente, a escola apresentou os Imperadores, responsáveis por darem as boas-vindas aos convidados, logo na portaria dessa grande festa. Logo em seguida, foi a vez do Reino da Folia, com o Rei Momo, responsável em organizar toda a festança na Avenida.

No entanto, a Verde e Rosa não deixou de mostrar toda a origem do poder que um imperador tem, ao trazer todos os Impérios, como o Espanhol, Mexicano, Francês, Chinês, entre outros, para a General Rondon. A eterna musa do Carnaval corumbaense, Carol Castelo, também marcou presença na escola de samba em que anos, foi rainha da bateria. Porém, a agremiação acabou pecando em uma ala, que acabou dispersando em frente a torre dos jurados, localizada na rua Sete de Setembro, esquina com a General Rondon.

E claro, uma festa boa é uma festa alegre, e, para isso, a Império do Morro, deixou por conta da bateria, que veio mostrando toda a força do império árabe, com 120 ritmistas.

Dando todo o ar da graça, com muita disposição e samba no pé, a rainha da bateria, Lucila Victório, veio como Aixa, a esposa favorita do profeta Maomé e a filha do Califa Abu Bakr o Imperador Árabe.

Por fim, o final da festa na Passarela do Samba, ficou por conta da do último carro alegórico, mostrando todo o Império Verde e Rosa, com seu imperador Waldir Gomes, campeão das passarelas e grande homenageado no Carnaval 2018, pela escola de samba, juntamente com seus 60 anos de glória.

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Relacionadas

Comentários