Mocidade canta a cultura cigana e encanta público na passarela do samba

A vice-campeã do Carnaval de 2017 entrou na avenida levantando a arquibancada, com um samba-enredo envolvente e contagiante, a Mocidade Independente da Nova Corumbá desponta como uma forte concorrente ao título. Contando os encantos e mostrando a magia e misticismo da cultura cigana a agremiação da zona sul traz em seu samba-enredo a saudação Optcha.

O início da história se apresentou através da comissão de frente “ A Caravana da Alegria Chegou” composta por 10 bailarinos, mostrou um pouco das danças ciganas ao redor da lendária fogueira, coreografaram as habilidades de prever o futuro descrito nas palmas das mãos e ainda o tino apurado para o comércio.

Comissão de frente representou a caravana da alegria, refrão cantado no samba-enredo da escola / Fotos: Juan Galeano

Sind, a Cidade dos Roma, berço dos chamados “cidadãos sem pátria” esteve presente no primeiro carro alegórico da Mocidade, o Abre-Alas contou a história da formação do povo cigano desde a expulsão da cidade de Sind, na Índia, determinando assim a concepção do maior povo peregrino da terra.

A similaridade com o povo judeu, que assim como os ciganos por muitos anos peregrinaram sem pátria, também foi retratada pelo desfile. Um show à parte, a bateria Barcelona sobre a regência do mestre Diego Rojas, representou toda religiosidade e devoção do povo cigano à Santa Sara Khali, representada pela rainha da bateria Carol Castelo.

O segundo carro alegórico mostrou a chegada do povo cigano ao Brasil. Sob a proteção de Santa Sara, representada com uma grande escultura, acompanhando as viagens na trajetória desafiadora rumo ao Brasil.

A ala das Baianas com 35 integrantes, levou para avenida a sabedoria e misticismo que envolvem as ciganas com o “poder” de prever o futuro através da Bola de Cristal, cultura milenar do povo cigano. As festas sob o luar, a paixão pelo ouro, a religiosidade, a leitura das mãos, as danças e ritmos de um povo singular foram representados ao longo das 15 alas e quatro carros alegóricos

Este slideshow necessita de JavaScript.

Comentários