Marquês de Sapucaí relembra sua história nos carnavais de Corumbá e festeja Bodas de Pérola na Avenida

Ao completar 30 anos de fundação, a Marquês de Sapucaí, comemorou as suas Bodas de Pérola, na Passarela do Samba. Com 700 componentes, a escola que nasceu no bairro Cervejaria, faz um retrospecto dos enredos apresentados ao longo de todos os anos dentro da maior festa carnavalesca do Centro-Oeste.

Essa viagem ao passado teve como primeira parada, a comissão de frente com 10 componentes, relembrando o primeiro desfile da agremiação no Carnaval de Corumbá. Carmem Miranda acompanhada de 09 sambistas, exaltando a brasilidade da mulher que por vários anos representou a maior festa popular brasileira, foi representada na coreografia de Jô Diuary Rondon.

Rainha de bateria Ariadne Barros

No Abre-Alas, a Marques trouxe os grandes bailes de Carnaval, com menção aos personagens populares da folia de momo a Colombina, o Pierrô, o Arlequim e os Arautos que anunciam a chegada da folia de Momo. Mostrando que o Carnaval é também diversão para todas as idades, a quinta ala da Marquês mostrou na Avenida um mundo de ilusões, um típico conto de fadas em plena passarela do samba com direito aos personagens mais folclóricos do imaginário infantil.

Com acrobatas, malabaristas e um palhaço perna de pau, o segundo carro alegórico apresentou o mundo circense, com mágicos, os coelhos na cartola e o lendário palhaço.

Os 75 ritmistas da bateria, que teve como estreia na Passarela do Samba, a rainha de bateria, que com sua beleza e samba no pé, Ariadne Barros, conseguiu levantar o público nesta noite.

O desfile da Marquês de Sapucaí teve como última parada com o carro “Bodas de Pérola” um tributo aos 30 anos de Carnaval da agremiação.

O destaque foi para o fundador e carnavalesco Vanderley dos Santos e mais cinco personalidades da escola de samba no carro representado pela Apoteose, o símbolo maior da agremiação.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Relacionadas

Comentários