Escolas de samba fazem ensaio técnico neste sábado

Início está previsto para as 19 horas na passarela do samba
Início está previsto para as 19 horas na passarela do samba

Corumbá (MS)- Dez escolas de samba que integram o grupo principal e o de acesso em Corumbá, realizam na noite deste sábado, 07, o ensaio técnico na Passarela do Samba integrada pela Rua Frei Mariano e Avenida General Rondon. Será a partir das 19 horas e integra a programação do Carnaval Cultural 2015 realizado pela Prefeitura, sob coordenação da Fundação de Cultura.

O ensaio técnico está sendo organizado pela Liga Independente das Escolas de Samba de Corumbá (Liesco) e é apontado pelas agremiações como uma oportunidade para acertar os detalhes de todo o desfile, inclusive as novidades que serão apresentadas na festa do carnaval.

O ensaio é também uma oportunidade para testar o sistema de sonorização que, este ano, conta com 27 torres, além dos caminhões de som que vão acompanhar as escolas em todo o trajeto. Será também uma oportunidade parta o público se familiarizar com os sambas e particularidades de cada agremiação.

A expectativa, mais uma vez, é pela presença de um grande público que já se acostumou a lotar a avenida nos ensaios das agremiações. Será uma pequena mostra do que reservam os dois dias de desfile na cidade e cada agremiação terá um tempo de 30 minutos para se apresentar.

Vão se apresentar as escolas de samba Caprichosos de Corumbá; Estação Primeira do Pantanal; Unidos da Major Gama; Imperatriz Corumbaense; Marquês de Sapucaí; Mocidade Independente da Nova Corumbá; Império do Morro; A Pesada; Acadêmicos do Pantanal, e Vila Mamona.

Estrutura

Corumbá, mais uma vez, está preparando uma grande festa. A abertura oficial do carnaval será na quarta-feira, 11, com a descida do Bloco Sandálias de Frei Mariano. Serão sete dias e noites de intensa movimentação na cidade, uma marca do maior e  melhor carnaval do centro oeste brasileiro.

A estrutura está em fase final de montagem. Contará com camarotes, arquibancadas, palco, torres de segurança, caixas de som, luminárias e tendas para atender os setores de segurança pública, coordenação e outros órgãos parceiros da Prefeitura.

Este ano, a estrutura do maior e mais animado carnaval do centro-oeste brasileiro terá mais de 120 toneladas de ferro e equipamentos. Só a sonorização contará com 140 mil watts de potência ao longo da passarela e na Praça Generoso Ponce, onde acontecerão os shows populares.

Este ano, os camarotes ao longo da Avenida General Rondon, terão capacidade para comportar 1.040 foliões, além de 400 metros de arquibancadas na Rua Frei Mariano e na General Rondon, com capacidade para quatro mil pessoas.

Os jurados que vão avaliar os blocos e as escolas de samba ficarão divididos em três torres com capacidade para seis pessoas cada, medindo 3,00 X 2,65 metros.

A estrutura contará ainda com uma house para locução de pista; sete tendas de 5,00 X 5,00 metros cada, para atender a Saúde, Conselho Tutelar e demais órgãos de apoio; um estande para informações turísticas.

Tudo está sendo feito para melhor atender a população e os turistas que contarão também com uma praça de alimentação composta por 70 barracas que vão oferecer comidas e bebidas variadas durante todas as noites da festa.

Outros 210 ambulantes estarão dispostos por todo o circuito oficial. A Prefeitura informa que todos que vão trabalhar serão capacitados pela Vigilância Sanitária para manipular e acondicionar os alimentos de forma correta. Serão disponibilizados ainda 100 banheiros químicos em todo o perímetro.

Este ano, mais uma vez, a Prefeitura vai reservar um espaço para idosos e pessoas portadoras de deficiência, disponibilizando 250 cadeiras em um trecho entre a 15 de Novembro e 7 de Setembro, na Avenida General Rondon. A estrutura contará também com quatro mil metros de grades de segurança que serão dispostos ao longo da passarela do samba, na Frei Mariano e na General Rondon.

O palco na Praça Generoso Ponce onde se apresentarão Gaby Amarantos e as bandas locais, terá 16,00 X 14,00 metros, e contará com 40 mil watts de potência de som. Outros 100 mil watts de serão distribuídos nas cerca de 30 caixas de som que serão instaladas em pontos estratégicos da passarela do samba, isto sem contar os caminhões de som que vão acompanhar as escolas de samba, cada um com 10 mil watts.

Comentários