A Pesada faz desfile impecável e mostra que está disposta a conquistar o tricampeonato

A Pesada voltou  a apostar em enredo infantil para buscar tri na avenida / Fotos: Arturo Ardaya
A Pesada voltou a apostar em enredo infantil para buscar tri na avenida / Fotos: Arturo Ardaya

Corumbá (MS)- A Pesada entrou na avenida convidando o público a fazer uma viagem aos tempos de criança. Mantendo a tradição, a agremiação, atual campeã do carnaval corumbaense veio disposta a conquistar o tricampeonato e para isso apostou em encantar não só o público infantil como a todos que estiveram na passarela do samba.

A comissão de frente relembrou os contos infantis, os livros, as histórias passando pela evolução dos tempos modernos transmitindo pela tela dos computadores as imagens de outrora. E neste misto de nostalgia e tecnologia dividiu o enredo “De Casimiro de Abreu a Ataulfo Alves Saudades da Minha Infância Querida, Aurora da Minha Vida – Eu Era Feliz e Não Sabia”.

O primeiro carro alegórico mostrou e era robótica com suas fabricas de brinquedos do século 21, diferindo de tempos atrás e a forma artesanal em que eram produzidas as principais brincadeiras de criança. O desfile proporcionou uma viagem muito emocionante e envolveu o público que relembrou em cada detalhe da escola, a ideia proposta pela agremiação de relembrar com muito saudosismo as saudades da infância querida.

Os 130 componentes da bateria vieram caracterizados de super-heróis e cadenciaram a escola pela passarela. Destaque para o casal de Mestre Sala e Porta-Bandeira mirim que representaram a independência do Brasil em alusão ao livro infantil “ O soldadinho e a Princesa”.

As crianças se fascinaram com as fantasias de Transformers, os Palhaços e ainda personagens do Toy Story. O desfile foi encerrado com a apresentação da Ala Disque 100, em uma homenagem da Escola de Samba A Pesada a todas as crianças do mundo que sofrem com o Trabalho escravo, pedofilia , preconceitos e todo tipo de violência, alertando para os direitos da criança e adolescente.

A escola realizou um desfile impecável, com fantasias de fino acabamento e carros alegóricos que impressionaram o público não apenas pela beleza como pela grandiosidade e os movimentos das alegorias.

Este slideshow necessita de JavaScript.

GRES A Pesada

Fundação: 01/10/1970
Presidente: Ney Colombo
Cores: azul, amarelo, rosa e branco
Carnavalescos: Manoelzinho
Enredo: “De Casimiro de Abreu a Ataulfo Alves: saudade da minha infância querida, aurora da minha vida. Eu era feliz e não sabia”
Samba-enredo: “De Casimiro de Abreu a Ataulfo Alves: saudade da minha infância querida, aurora da minha vida. Eu era feliz e não sabia”
Compositor: Paulo César Uig
Intérprete: Anderson Bala
Número de componentes: 1300
Número de alas: 20
Número de carros alegóricos: 06
Componentes da bateria: 150
Porta-bandeira: Ana Paula
Mestre-sala: Hélinho
Rainha da bateria: Samya Cristine
Mestre de bateria: Shynho

Comentários