17º Concerto de Santa Cecília reforça tradição e pluralidade cultural de Corumbá

Concerto foi realizado no Teatro do Centro de Convenções / Fotos: Ana Silva

Corumbá (MS)- Conhecida como o berço da Cultura Sul-Mato-Grossense, Corumbá deu mais uma mostra de sua pluralidade cultural na noite deste domingo (17), quando foi realizada a 17ª edição do Concerto de Santa Cecília, no palco do teatro do Centro de Convenções. Diante de uma casa completamente cheia, os músicos da Orquestra Municipal Manoel Florêncio, brindaram o público presente com uma apresentação de gala e um repertório consagrado em todo o mundo.

Variando entre o clássico ao erudito, as apresentações contaram ainda com participações especiais, como a apresentação do Tenor Alessi Raul de Castro Neto com a música Canto Della Terra, a empolgante apresentação de Wagner Pereira, que interpretou You Are The First, My Last, My Everything, do guitarrista Leandro Cerqueira de Almeida demonstrando a habilidade no solo de Glasgow Kiss e a música gospel Fidelidade, interpretada pela cantora Dorcas Angélica.

Os corais, Jubilosos de Sião e Cidade Branca, abrilhantaram as apresentações. A regência titular foi do Maestro Kleber de Carvalho (Banda Manoel Florêncio), auxiliado pelos regentes, José Carlos Marques Pereira, Carmo Kleber de Arruda Dalence, Luciano Gibaile Arévalo e Walterson Teixeira da Silva.

Tenor Alessi Raul de Castro

Homenagem

A noite também foi especial e de muita emoção para o Maestro José Carlos Marques Pereira, que após duas décadas de dedicação a Banda Municipal Manoel Florêncio, foi homenageado pelos Músicos e amigos, como forma de reconhecimento ao trabalho desempenhado aos longo de 20 anos que esteve na regência da orquestra.

Maestro José Carlos foi homenageado pelos 20 anos dedicados a Banda Manoel Florêncio

“Vejo como um reconhecimento de todo amor dispensado à musica nesses 20 anos, chego aqui com o sentimento de dever cumprido e principalmente emocionado com esta homenagem. Passei a regência devido a minha idade que não me permite mais dar toda atenção que o cargo exige, mas sei que o trabalho continua sendo realizado agora com o Kleber com a mesma qualidade”, disse o Maestro que permanece como professor da Banda.

Para o sucessor, o Maestro Kleber de Carvalho Jares, a realização do concerto é a coroação de um ano de dedicação. “Trabalhamos ao longo do ano, realizamos diversas outras apresentações, mas o Concerto de Santa Cecília é a coroação de um trabalho feito com muito amor pela música. Hoje a orquestra conta com 40 músicos com idade a partir de 12 anos, mas Banda Manoel Florêncio tem um trabalho muito importante que é da formação desses instrumentistas, na Banda trabalhamos com alunos desde os 8 anos, sabemos da importância que a música tem, não apenas na formação de músicos, como também de bons cidadãos”, afirmou.

De acordo com o prefeito Marcelo Iunes, o poder público vai trabalhar para reforçar as atividades culturais na cidade, bem como buscar investimentos junto aos governos estadual e federal, para incentivar e fomentar a arte e cultura na cidade. “Já determinei a Fundação de Cultura para que trabalho no sentido de concluir a construção deste teatro do Centro de Convenções, que vai servir como mais um equipamento de fomento a nossa arte, nossa cultura. Vamos trabalhar também para que essas apresentações sejam realizadas mais vezes ao longo do ano, dar visibilidade aos trabalhos culturais desenvolvidos aqui em Corumbá, seja na dança, na música ou em qualquer outra área, porque sabemos que nossa cultura vai muito além do carnaval, do samba, temos talentos em todos os seguimentos e isso precisa ser fomentado”, destacou Iunes.

Iunes anunciou que vai trabalhar para concluir as obras de acabamento no Teatro do Centro de Convenções

Já o presidente da Fundação de Cultura, Luís Mário Cambará, destacou o desafio do município em tornar cada vez mais acessível à população todas as vertentes culturais, reforçando as tradições como também inovando. “Este é um dos principais desafios hoje da prefeitura que através da Fundação de Cultura do Pantanal vem trabalhando para preservar a nossa cultura, a singularidade do que temos de mais tradicional aqui em nossa região, mas também ampliando nossos horizontes, porque sabemos que temos talentos em todas as áreas, vamos do sertanejo ao clássico,  do erudito ao pagode, ao samba o Rock e também o gospel, por isso somos reconhecidos como o berço da cultura sul-mato-grossense e nosso trabalho é reforçar as ações de promoção à nossa cultura”, afirmou.

Confira a Galeria de Imagens

Comentários

%d blogueiros gostam disto: