Trabalhadores ficam sem receber abono do PIS/PASEP e vereadores cobram explicações

Você está visualizando atualmente Trabalhadores ficam sem receber abono do PIS/PASEP e vereadores cobram explicações
  • Autor do post:
  • Post publicado:25 de fevereiro de 2022

O abono salarial PIS/Pasep referente ao ano-base 2020, para trabalhadores do setor privado e servidores públicos, já está sendo liberado pelo Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal. Mas, muitos estão se dirigindo às agências e lá, recebem a informação de que não há dinheiro disponível para saque.

O assunto foi discutido esta semana na Câmara Municipal de Corumbá, levantado pelo vereador Chicão Vianna e pela vereadora Raquel Bryk. Os dois foram procurados por trabalhadores que ficaram sem receber o abono e levaram estes casos ao plenário, por meio de requerimento, solicitando informações junto às autoridades competentes.

“Recebemos informações a respeito do pagamento do abono salarial dos servidores públicos do Município de Corumbá, e também da iniciativa privada, de que, ao se dirigirem às instituições financeiras, foram informados que não havia valores relativos ao abono do PIS/Pasep disponíveis para saque”, comentaram.

Por isso mesmo, por meio de requerimento direcionados ao prefeito Marcelo Iunes, bem como ao diretor-presidente da Fundação do Trabalho de Mato Grosso do Sul (Funtrab); à Superintendência Regional do Trabalho e Emprego do Mato Grosso do Sul, e à Caixa e Banco do Brasil, para que encaminhem informações a respeito desse pagamento à esta Câmara Municipal.

Chicão e Raquel informaram que servidores buscaram o Executivo Municipal e foram informados que “o problema está nas instituições financeiras. Buscaram também informações junto à Casa do Trabalhador, e foram informados que a responsabilidade por este assunto é do Ministério do Trabalho e Previdência Social”.

“Diante da atual situação, estamos recorrendo a estas autoridades, pra que encaminhem ao Poder Legislativo, a relação de todos os servidores que estariam aptos a receber o abono salarial em 2022, bem como informem a esta Casa de Leis, de quem é a responsabilidade por regularizar o cadastro junto ao PIS/Pasep, e também se os servidores municipais aptos a receber o abono estão regularmente relacionados na Relação Anual de Informações Sociais – RAIS e/ou no sistema e Social, justificando-se em caso de resposta negativa”, concluíram.