Presa por matar marido, mulher já tinha sido condenada por esfaquear o ex

Você está visualizando atualmente Presa por matar marido, mulher já tinha sido condenada por esfaquear o ex

Presa em flagrante após matar o marido com facada no pescoço na noite deste domingo (23) em Dourados, a 251 km de Campo Grande, Elizabete Isnarde, 47, há havia tentado assassinar outro companheiro em 2013. Esfaqueado na barriga, o homem sobreviveu e a mulher cumpriu pena pelo crime.

Ontem, Elizabete matou o atual companheiro Antônio Alves de Oliveira Filho, 41, desferindo um golpe com faca de serra no pescoço da vítima. O homem morreu em frente à casa, localizada na Rua José Anastácio de Oliveira, 635, na Vila Cachoeirinha, região sul da cidade. O casal estava junto há quatro meses.

Elizabeth permaneceu no local dos fatos e ao ser presa informou que havia sido agredida por Antônio no sábado (21), por isso decidiu ir para a casa da amiga, no Bairro Campina Verde, onde passou a noite.

Publicidade

99

No domingo à tarde, ela e a amiga foram em carro de aplicativo até a casa na Vila Cachoeirinha, segundo a autora, para buscar roupas, já que iria passar a noite na outra casa, temendo ser novamente agredida.

A mulher disse que ao vê-la, Antônio veio em sua direção, a agrediu com soco e a agarrou pelo pescoço, momento em que Elizabeth desferiu o golpe. Apesar de ter aparentemente agido em legítima defesa, a Polícia Civil cita que Elizabete foi até o interior da casa para pegar a faca e só depois golpeou o marido.

Em depoimento na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário), vizinho contou que o casal brigava constantemente e que na maioria das vezes era a mulher que começava a confusão, sempre após consumir bebida alcoólica com amigas. Ele contou que Elizabete já havia cortado os dedos de Antônio e que chegou a alertar o vizinho para que tomasse cuidado com a mulher.

Também em depoimento, a amiga de Elizabete afirmou que ela contava que sempre era agredida por Antônio. No sábado, depois de não conseguir contato com a amiga, foi até a casa e a encontrou sendo agredida pelo companheiro.

Segundo ela, bastante alterado, Antônio desferiu socos na cabeça da companheira e Elizabete chegou a cair desmaiada após ser atingida na cabeça. As agressões teriam ocorrido na frente da neta de Elizabete, de 5 anos. Fora de controle, o homem também teria agredido o filho de Elizabete e um vizinho.

A mulher contou que “tomou coragem”, enfrentou Antônio e conseguiu levar a amiga e a neta para sua casa, onde a mulher pernoitou e permaneceu até ontem à tarde, quando voltou para a residência na Vila Cachoeirinha para buscar roupas e terminou por matar o companheiro. Elizabete segue presa e deve passar por audiência de custódia ainda nesta segunda-feira.