Falso sequestro de menores termina em prisão de namorados em Corumbá

Você está visualizando atualmente Falso sequestro de menores termina em prisão de namorados em Corumbá
  • Autor do post:
  • Post publicado:1 de janeiro de 2024

Dois jovens de 18 anos foram presos na madrugada de sábado (30) em Corumbá, acusados de simular o sequestro de suas namoradas, de 12 e 14 anos, para extorquir dinheiro dos familiares das meninas. A Polícia Civil descobriu o plano após rastrear o celular usado pelos supostos sequestradores para enviar mensagens, áudios e vídeos aos parentes das vítimas.

Segundo a 1ª Delegacia de Polícia da cidade, o caso chegou ao seu conhecimento na noite de sexta-feira (29), quando os familiares das menores procuraram a polícia para denunciar o sequestro. Eles contaram que as meninas saíram de casa por volta das 20h, levando o celular da avó de uma delas, para ir ao mercado. Porém, não retornaram.

Por volta das 23h, o tio de uma das meninas recebeu as primeiras mensagens dos falsos sequestradores, que afirmavam ter capturado as menores e que as estavam torturando. Os supostos sequestradores enviaram áudios e vídeos em que as meninas apareciam amarradas, aparentemente sendo torturadas.

Publicidade

99

Ainda segundo as mensagens enviada pelos autores, eles queriam se vingar de um desafeto, que seria um familiar de uma das meninas, e que iriam matá-las se não recebessem o resgate.

A polícia, então, passou a se comunicar com os criminosos, se passando pelos familiares, e combinou o local e a hora da entrega do dinheiro. Os bandidos pediram que o valor fosse deixado às 3h da madrugada, no pneu de um carro abandonado, próximo à praça do bairro Nova Corumbá, e prometeram que soltariam as meninas perto da UPA Guatós.

No entanto, quando as equipes da Polícia Civil chegaram aos locais indicados, não encontraram nem os suspeitos, nem as supostas vítimas. Durante as buscas, os falsos sequestradores mudaram várias vezes o local do pagamento e da liberação das menores.

A farsa foi descoberta por volta das 4h da madrugada, quando as meninas foram localizadas em frente à escola Cássio Leite de Barros. Ao serem questionadas sobre o suposto sequestro, os policiais desconfiaram da tranquilidade das mesmas, além de entrarem em contradição.

Elas acabaram confessando que tudo não passava de um plano para extorquir dinheiro dos familiares e que saíram de casa para se encontrar com os namorados, com quem mantinham relações amorosas e decidiram, em conjunto, simular o sequestro.

Os policiais, então, identificaram e prenderam os dois rapazes, que estavam nas casas de suas mães, no bairro Guatós. Eles foram autuados em flagrante por extorsão e corrupção de menores e ainda serão investigados por estupro de vulnerável.