Homem atira contra namorado da ex, mas acerta cliente de bar em Corumbá

abordagem policial
  • Autor do post:
  • Post publicado:1 de dezembro de 2023

Um caso de tentativa de homicídio mobilizou militares da Força Tática do 6º BPM, na tarde desta quinta-feira, em Corumbá. Segundo informações do boletim de ocorrência, o fato ocorreu em um bar localizado no bairro Nova Corumbá.

Lá, segundo testemunhas, dois indivíduos chegaram em uma motocicleta, e armados, teriam atirado contra um rapaz, que estava acompanhado de uma mulher que seria a proprietária do bar.

O autor, conforme relatos da testemunha, seria seu ex-namorado, que tinha como alvo do ataque o seu atual companheiro.

Publicidade

99

Porém, ao tentar contra a vida do indivíduo, o autor errou o disparo que acabou acertando a perna esquerda de um cliente do estabelecimento que estava com o filho no colo, próximo ao local e havia chegado naquele momento para comprar uma bebida e um doce para criança.

Após o primeiro disparo, a vítima entrou em luta corporal com o autor, que ainda tentava atirar nele. Os dois suspeitos fugiram em seguida, deixando para trás as vítimas e testemunhas.

A polícia foi acionada por meio do COPOM e chegou ao local minutos depois. Os policiais se deslocaram até a UPA, onde o homem atingido pelo disparo ficou em observação e realizou alguns exames.

O médico plantonista informou que o projétil perfurou a perna e a nádega esquerda da vítima, mas que ele não corre risco de vida. Ele foi levado pelo namorado da mulher e deixou o local logo em seguida.

A partir das informações colhidas no local, a polícia iniciou diligências nas cidades de Corumbá e Ladário para localizar os possíveis autores. Por volta das 19h50, o COPOM recebeu uma denúncia anônima de que os suspeitos estavam escondidos em uma casa de portão branco na rua Rio Grande do Norte, ao lado de um comércio abandonado.

 A polícia se deslocou até o endereço e avistou o suspeito em frente à residência. Ao perceber a aproximação dos policiais, ele correu para dentro da casa, mas foi perseguido e detido.

Na residência, a polícia encontrou a motocicleta vermelha, a camiseta vermelha e os dois capacetes usados pelos suspeitos no crime. A companheira, que estava na casa com duas crianças, afirmou que ele era inocente e permitiu a entrada dos policiais.

Questionado a respeito dos fatos, o suspeito confessou a participação no fato e informou que as armas, teria ficado com seu irmão, que seria o autor dos disparos. Diante dos fatos ele foi conduzido à delegacia, para serem adotadas as medidas cabíveis. O outro suspeito não foi localizado.