Receita Federal amplia atendimento no Porto Seco de Corumbá após reabertura da fronteira

Porto Seco
Pátio da Agesa registra demora de até 15 dias para liberação de veículos
  • Autor do post:
  • Post publicado:1 de dezembro de 2022

Corumbá (MS)- A Receita Federal de Corumbá definiu nesta semana, um plano de ação para normalização e maior fluidez ao comércio exterior realizado através da fronteira Brasil-Bolívia por Corumbá.

Os trabalhos ficaram prejudicados em decorrência dos protestos que ocorreram no país vizinho, que ocasionaram o fechamento do acesso de caminhões e veículos de carga na Bolívia.

Como reflexo, um grande volume de cargas se acumulou no Porto Seco de Corumbá e segundo informações da chefia da Receita Federal, demandou um aumento do esforço do órgão para garantir a agilidade dos trâmites e consequente desafogamento do setor de transporte de cargas na região.

Publicidade

99

As medidas adotadas foram debatidas junto aos representantes do Porto Seco, da Aduana Boliviana e dos transportadores e compreendem ao aumento em uma hora nas liberações do Porto Seco nos dias de semana e ainda a adoção de expediente integral no sábado para que ocorra uma quantidade maior de entradas e saídas do recinto alfandegado.

“Com a ampliação do horário, em apenas três dias úteis, foram liberados 618 veículos carregados com destino à Bolívia, e ingressaram no Brasil 219 veículos com carga. Em média, ocorreu um fluxo de 279 veículos por dia, número bem superior aos 180 veículos carregados que transitam diariamente entre os dois países”, aponta a nota emitida pelo órgão em Corumbá.

Ainda segundo a Receita Federal, as ações definidas serão avaliadas cotidianamente para subsidiar as tomadas de decisões futuras.