Eduardo Bolsonaro é criticado após flagra no Qatar: ‘Curtindo a vida’

Você está visualizando atualmente Eduardo Bolsonaro é criticado após flagra no Qatar: ‘Curtindo a vida’
  • Autor do post:
  • Post publicado:29 de novembro de 2022

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PL-SP) foi criticado nas redes sociais após ser flagrado curtindo a Copa do Mundo no Qatar com a esposa, Heloísa Bolsonaro. Apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (PL) que realizam protestos golpistas contra o resultado das eleições desde 30 de outubro, reclamaram que o político está “curtindo a vida”.

“Enquanto estamos na frente dos quartéis, pela liberdade e pelo Brasil, ele está curtindo a vida. Por isso eu não tenho político de estimação!”, escreveu uma pessoa no Twitter.

No Twitter, o deputado não fez nenhuma publicação sobre a competição, ou sobre a viagem ao Qatar. Apesar de não ter publicado imagens em estádios, a esposa de Eduardo apareceu no Instagram usando a mesma roupa do momento da transmissão.

Publicidade

99

Enquanto estamos na frente dos quarteis, pela Liberdade e pelo Brasil, ele está curtindo a vida. Por isso eu não tenho político de estimação! Eu cobro deles! São nossos representantes e ganham muito bem pra isso! @BolsonaroSP pic.twitter.com/2Z7aYa56Ze— Marcc (@MarccUboat) November 28, 2022

Mas, além das críticas, a situação também virou piada para a oposição. Muitas pessoas compartilharam as imagens de Eduardo no Qatar para lembrar que, ao mesmo tempo, bolsonaristas ficam sob sol e chuva em protesto pelo resultado das urnas.

O deputado federal eleito Guilherme Boulos (PSOL-SP) criticou a situação. Para o político, “hipocrisia é pouco” para representar a posição de Eduardo.

“Enquanto deixa seus militantes golpistas tomando chuva na frente de Quartel, Bananinha está vendo a Copa no Qatar”, escreveu, em referência aos apoiadores do pai de Eduardo, o atual presidente.

A ex-candidata à presidência Soraya Thronicke (União Brasil) compartilhou um vídeo e criticou a ida do filho do presidente ao Qatar.

“E os patriotas na frente dos quartéis debaixo de sol e de chuva, negando a copa do mundo, assumindo crimes, despesas etc… Lamento muito, pessoal… bem que eu tentei evitar isso, avisei antes, bem antes”, escreveu.

Desde 30 de outubro, quando o resultado das eleições deu a vitória a Luiz Inácio Lula da Silva (PT), bolsonaristas têm feito bloqueios nas estradas e protestado no entorno de quartéis para questionar o resultado do pleito e pedir por uma “intervenção federal” ou “militar”.

“O patriota tomando chuva na frente do quartel e o Eduardo Bolsonaro assistindo a Copa do Mundo lá no Catar”, escreveu uma pessoa no Twitter.

Aliado do clã Bolsonaro, o jornalista Rodrigo Constantino falou sobre a viagem de Eduardo ao Qatar durante participação no canal de notícias “JP News” e disse que “o mundo não parou” e “vida que segue”.

“Eu não sei o que pensar direito disso. Estou vendo as discussões em vários grupos. O mundo não parou, né? O presidente [Jair Bolsonaro] mesmo está em silêncio —talvez, um silêncio estratégico; talvez, não. E o filho, de certa forma, achou melhor transparecer alguma normalidade. Ou tranquilidade. E está lá aproveitando, curtindo, vendo o jogo”, disse Constantino.

“[A viagem] Incomodou muita gente que, de novo, parou tudo para ficar à frente dos quartéis protestando e, de alguma forma, clamando que algo aconteça e impeça a subida na rampa do ex-presidente Lula. Eu entendo quem está revoltado. Eu acho que nada mais pode ser feito agora a não ser focar nisso, nessa batalha, nessa manifestação. E, por outro lado, vida que segue. O povo brasileiro não está nas ruas por causa do Jair Bolsonaro. Está nas ruas por causa de Lula, de Alexandre de Moraes e por aí vai”, acrescentou.