Riedel apresenta Barbosinha e mais três na equipe de transição ao governo de Reinaldo

Você está visualizando atualmente Riedel apresenta Barbosinha e mais três na equipe de transição ao governo de Reinaldo
  • Autor do post:
  • Post publicado:17 de novembro de 2022

Governador eleito, Eduardo Riedel (PSDB) apresentou nesta quinta-feira (17) o vice-governador José Carlos Barbosa, o Barbosinha, Sandra Amarilia, Thaner Castro e Ricardo Sena, como os quatro membros da equipe de transição ao governo de Reinaldo Azambuja (PSDB), que deixa a administração do executivo estadual no final de 2022.

São oito membros ao todo. Pela equipe do governador atual, estão a procuradora-geral do Estado, Ana Carolina Ali Garcia, a secretária de Administração, Ana Carolina Araújo Nardes, o secretário-adjunto, Flavio César, e o assessor da Sefaz (Secretaria de Estado de Fazenda), Flávio Alexandre de Castro.

Sandra Amarília é economista e mestre em desenvolvimento local. Atualmente atua como gerente do Sebrae em Mato Grosso do Sul.

Publicidade

99

Thaner Castro é superintendente de Gestão Estratégica do atual Governo do Estado. É graduado em Ciências Econômicas pela Universidade Católica Dom Bosco, formado MBA em Gestão Empresarial pela Fundação Getulio Vargas e finalizando MBA em Gerenciamento de Projetos também pela FGV.

Servidor público estadual da carreira de Fiscal de Tributos Estaduais desde 2006, Thaner compôs a equipe de assessoramento econômico do Secretário de Fazenda (Sefaz/MS) entre 2007 e 2008. Gerenciou o Profisco/MS no período de 2009 até o início de 2015.

Ricardo Sena é secretário-adjunto da Semagro (Secretaria estadual de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar).

A equipe disse que pretende divulgar o nome do secretariado que vai compor o novo governo entre os dias 16 e 25 de dezembro deste ano.

Coletiva

O evento acontece no receptivo do Governo no Parque do Prosa, em Campo Grande. O anúncio está marcado desde 8 de novembro, quando Reinaldo garantiu que entregará o Governo do Estado com dinheiro em caixa. “Vamos entregar o governo redondo, sem nenhum problema para o próximo gestor”, afirmou.

“Vamos deixar dinheiro disponível para a conclusão das obras”, destacou. Segundo ele, algumas obras irão ficar prontas até 31 de dezembro e até o dia 16 de dezembro será entregue relatório fiscal do Estado.

Eduardo Riedel (PSDB) foi eleito governador de Mato Grosso do Sul com 56,90% dos votos. Ao final da contagem dos votos, o candidato teve 808.210 votos. O vice-governador eleito é José Carlos Barbosa, mais conhecido como Barbosinha (PP).