Mulheres são detidas suspeitas de participarem do golpe do falso pix em Corumbá

You are currently viewing Mulheres são detidas suspeitas de participarem do golpe do falso pix em Corumbá
  • Post author:

Corumbá (MS)- Policiais Civis do setor de investigações gerais da 1ª DP de Corumbá, identificaram na última quinta-feira, 02 de junho, duas mulheres de 30 e 37 anos, apontadas como suspeitas de participarem do golpe do falso comprovante do Pix.

PUBLICIDADE

De acordo com informações, os investigadores receberam a denúncia de uma das vítimas, de que teria anunciado uma corrente de ouro à venda dentro de um grupo destinado a trocas e vendas no facebook.

Logo em seguida o golpista teria entrado em contato com a vítima por meio de um aplicativo de mensagens, combinado o pagamento do produto por meio do Pix, enviado um falso comprovante de pagamento para o celular da vítima e combinado de que um motorista passaria na residência para retirar o produto.

A vítima contou que somente depois que entregou a corrente para o suposto motorista de aplicativo, e esperar por cerca de 40 minutos pelo dinheiro que não caiu na conta é que percebeu ter caído em um golpe.

Agindo deste mesmo modo os golpistas conseguiram realizar a compra de pelo menos duas televisões, três celulares e a corrente de ouro. Após tomar conhecimento dos fatos e a forma como agiam, a equipe realizou monitoramento dos motoristas de aplicativo que realizavam a corrida levando os objetos das vítimas para um ponto de coleta.

PUBLICIDADE

Ao verificar que um tablet seria comercializado, a equipe realizou o acompanhamento levando ao Condomínio Flamboyant II, onde uma mulher  de 30 anos, seria a responsável por receber os itens produto de golpe. No apartamento foram localizadas duas televisões, uma Phillips 32’’ e uma MULTILASES 50’’, além de três celulares e a corrente de ouro.

Questionada, ela disse que estaria realizando um favor para seu irmão, detido na Penitenciária Estadual de Dois Irmãos do Buriti. Outro endereço de entrega dos objetos também foi localizado pela equipe de investigação no bairro Guana II, onde outra mulher de 37 anos, foi identificada e informou que seu marido, também detido na penitenciária Estadual de Dois Irmãos do Buriti havia pedido para que guardasse os objetos antes de serem levados ao Flamboyant II.

Diante o exposto, os objetos foram apreendidos e devolvidos as respectivas vítimas. As mulheres foram conduzidas para prestar esclarecimentos.

A Polícia Civil alerta sobre o risco de compras/vendas de objetos sem procedência comprovada por redes sociais e orienta sobre pagamentos via PIX e comprovantes bancários.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE