Musa da torcida organizada do Cruzeiro é morta a tiros pelo ex

You are currently viewing Musa da torcida organizada do Cruzeiro é morta a tiros pelo ex

A musa da torcida organizada do Cruzeiro, Nação Azul de Varginha (NAV), Thayná Fabri Leão, de 24 anos, foi morta a tiros nesta segunda-feira (30/5), em Varginha, no sul de Minas Gerais.

PUBLICIDADE

De acordo com a Polícia Militar, a jovem foi assassinada pelo ex-namorado Paulo César Gomes Júnior, de 28 anos. Após o crime, ele cometeu suicídio.

Paulo César teria procurado Thayná no trabalho dela, em um sacolão, onde teve uma discussão com ela. Em seguida, ele atirou nela.

O Corpo de Bombeiros chegou a tentar socorrer os dois, mas eles não resistiram.

Pelas redes sociais, o Cruzeiro lamentou a morte da torcedora. “Desejamos muita força aos familiares e amigos. O feminicídio segue sendo causa da morte de milhares Brasil afora. A violência contra a mulher precisa ser debatida para que, então, seja erradicada. O Cruzeiro é voz de nossas torcedoras”, diz o post.

PUBLICIDADE

A Nação Azul de Varginha também usou as redes sociais para lamentar a morte da musa. “Apesar do grande sentimento de injustiça e dor que invade o coração da Nação Azul de Varginha – NAV -, sabemos que temos de dizer adeus a alguém que esteve presente em muitos momentos importantes da nossa jornada e fará eternamente parte de nossas boas lembranças”.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE