PF conclui inquérito e indicia três pessoas por envenenamento de onças-pintadas no Pantanal

You are currently viewing PF conclui inquérito e indicia três pessoas por envenenamento de onças-pintadas no Pantanal
onças foram encontradas por pesquisadores com sinais de envenenamento
  • Post author:

Corumbá (MS)- Foram concluídas pela Polícia Federal de Corumbá, as investigações que apuravam a morte de duas onças-pintadas e outros 17 animais encontrados em uma propriedade rural com sinais de envenenamento.

PUBLICIDADE

As mortes teriam ocorrido em junho de 2021, e foram descobertas após pesquisadores do Instituto Reprocon (Reprodução para Conservação), encontrarem duas onças-pintadas e outros 17 animais, entre urubus, gavião carcará, cachorro-do-mato e centenas de moscas, todos mortos, em meio ao Pantanal de Corumbá.

Os pesquisadores foram até o local, pois um dos animais era monitorado por meio de colar eletrônico que deixou de enviar a movimentação do animal.

O equipamento foi localizado e junto a ele, o cadáver do animal, tratando-se de uma onça-pintada, já em estado avançado de decomposição.

Na ocasião foi colhido material da onça (porção de fígado de onça macho), que foi encaminhado para exame pericial em Brasília, cujo resultado confirmou a presença de “carbofurano”, um agrotóxico de venda proibida no Brasil desde 2017 por ser extremamente tóxico, mas facilmente encontrado do Paraguai.

PUBLICIDADE
Além das duas onças-pintadas, 17 animais foram encontrados mortos no mesmo local

Conforme aponta esse mesmo laudo, o uso do “carbofurano para envenenamento intencional de animais domésticos e selvagens tem sido frequentemente descrito em publicações científicas, como um dos praguicidas mais comuns para esse fim.

Ainda conforme informações apuradas pela reportagem do Folha MS, um arrendatário de dois funcionários da propriedade rural foram indiciados e devem responder por crime ambiental, em decorrência da morte por envenenamento das duas onças e dos demais animais silvestres.

A Delegacia da Polícia Federal em Corumbá/MS mantém canal de denúncias anônimas através do e-mail uip.cra.ms@pf.gov.br e do telefone 67 9 9202 8240. Caso saiba de informações sobre este ou outros casos de competência da PF entre em contato.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE