Governo poderá antecipar crédito a produtores com perdas na soja em MS

You are currently viewing Governo poderá antecipar crédito a produtores com perdas na soja em MS
Tereza Cristina diz que vai antecipar crédito a produtores com perdas na soja - Divulgação

Em visita a regiões duramente atingidas pela estiagem no Sul de Mato Grosso do Sul, a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, disse que pretende agir rápido para encontrar a solução para atenuar os prejuízos que os produtores terão nessa safra de soja. 

PUBLICIDADE

O Ministério da Agricultura deve liberar crédito adicional aos produtores afetados pela estiagem. O objetivo da ministra da Agricultura é dar ao produtor rural a tranquilidade para tentar repor parte das perdas na safrinha de milho, que virá na sequência. Na visita a Naviraí, cidade distante 350 quilômetros de Campo Grande na tarde desta quinta-feira (13), Tereza Cristina levou consigo representantes do Ministério da Economia, do Banco Central do Brasil e do Banco do Brasil. 

Também estiveram visitando as regiões atingidas pela estiagem em Naviraí,  o secretário de Infraestrutura de Mato Grosso do Sul, Eduardo Riedel, o presidente da Federação de Agricultura de Mato Grosso do Sul, Marcelo Bertoni, e o presidente da Associação dos Produtores de Soja de Mato Grosso do Sul (Aprosoja-MS), André Dobashi. 

PUBLICIDADE

“Atestamos essa perda gigante que houve nessa área, muito representativa do Sul de Mato Grosso do Sul”, disse Eduardo Riedel. 

Apoio ao produtor

A ministra da Agricultura começou na quarta-feira um tour pelas regiões duramente atingidas pela estiagem. Esteve no Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Oeste do Paraná e Sul de Mato Grosso do Sul.

Crédito adicional

A principal medida a ser tomada pelo Ministério da Agricultura é oferecer crédito adicional aos produtores destes municípios atingidos pela estiagem. Para isso, é necessário o reconhecimento do estado de emergência. Os estados do Paraná e de Mato Grosso do Sul, já publicaram decretos nesse sentido. 

PUBLICIDADE

Em relação ao crédito rural, o Mapa estuda o apoio de crédito adicional aos produtores dos municípios em que o estado de emergência foi reconhecido pelo Governo Federal. Já há possibilidade de apoio sem necessidade de autorização do Banco Central, inclusive em relação às dívidas referentes a operações de crédito de investimento contratadas com recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), conforme previsto no Manual de Crédito Rural (MCR).

A ministra reforçou que as visitas da Conab foram antecipadas em uma semana para um levantamento atualizado, de forma a dar mais celeridade ao processo de liberação do pagamento do seguro rural.

Participe do nosso grupo de notícias no WhatsApp

PUBLICIDADE
gif grillinkl