Centro-Oeste registra primeira morte pela variante Ômicron no Brasil

You are currently viewing Centro-Oeste registra primeira morte pela variante Ômicron no Brasil

Nesta quinta-feira (6/1), a Secretaria de Saúde de Aparecida de Goiânia, município de Goiás, confirmou a primeira morte no Brasil em decorrência da variante Ômicron da covid-19. 

PUBLICIDADE

O homem de 68 anos, que estava internando em uma unidade hospitalar, tinha uma doença pulmonar obstrutiva crônica pré-existente e hipertensão arterial e estava vacinado com três doses da vacina contra a doença. A contaminação dele com a doença já estava relacionada ao número total de infectados com a nova variante.

Ainda segundo a pasta do município, a primeira morte aconteceu apenas dez dias após a declaração de transmissão comunitária da cepa na cidade.

PUBLICIDADE

O prefeito de Aparecida de Goiânia, Gustavo Mendanha, lamentou a confirmação da morte e chamou a atenção da população para as medidas de prevenção. “Determinei a ampliação do Programa de Vigilância Genômica para que possamos acompanhar o avanço de qualquer nova variante e hoje, com tristeza, recebi a notícia da primeira vítima fatal da ômicron”, declarou ele.

Para o secretário de Saúde, Alessandro Magalhães, a vacinação segue sendo ainda mais importante por reduzir as chances de complicações e mortes. Mas que não se pode esquecer dos protocolos como uso de máscara e do distanciamento social sempre que possível. “Nós perdemos um paciente vacinado, mas que tinha problemas crônicos de saúde, que são importantes fatores de risco da covid-19. Infelizmente, ele não resistiu. Uma vida perdida em meio a milhares salvas pela imunização”, afirmou ele.

Aparecida de Goiânia já registrou 55 casos da Ômicron – a variante tem prevalência de 93,5% na cidade. Os primeiros casos na cidade foram descobertos no dia 12 de dezembro.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
gif grillinkl