Prefeitura de Campo Grande mantém obrigatoriedade do uso de máscaras ao ar livre

You are currently viewing Prefeitura de Campo Grande mantém obrigatoriedade do uso de máscaras ao ar livre

A Prefeitura de Campo Grande decidiu manter a obrigatoriedade do uso de máscara em vias públicas. Na semana passada, o prefeito Marquinhos Trad (PSD) chegou a anunciar a flexibilização.

“Quase 70 mil pessoas ainda não foram tomar a segunda dose. Como nossos técnicos apontaram que existe o risco de contrair covid com só uma dose, decidimos ir com cautela”, disse o prefeito na manhã desta quarta-feira (10).

PUBLICIDADE

Na última quinta-feira (4), Marquinhos explicou que iria manter o uso obrigatório em locais fechados.

“Vou elaborar com uma equipe técnica da Sesau e teremos três etapas de flexibilização: com vacinação de 65% da população [índice já atingido], de 70% e 80% dentro da nossa cidade. Mas ficou muito claro que vamos manter o uso da máscara obrigatório, com exceção de locais ao ar livre, onde haja o distanciamento social”, disse.

Com isso, a prefeitura vai aguardar atingir 70% de imunização para decidir se muda ou mantém mais uma vez o decreto.

Com a manutenção da medida, fica mantido o Decreto Municipal 14.893, publicado em setembro deste ano. O artigo 2º diz que “é obrigatória a utilização de máscaras faciais de proteção em todos os locais, não se aplicando esta obrigatoriedade durante a prática de atividades físicas e esportivas em geral, durante o consumo de bebidas e alimentos, para crianças menores de 4 anos de idade e para pessoas com deficiência intelectual ou transtornos psicossociais”. Ou seja, o acessório deve ser usado até nas ruas.

PUBLICIDADE

Também na semana passada, o Governo do Estado anunciou que não existia a obrigação em espaços abertos em seu decreto. Mas conforme o Prosseguir (Programa de Saúde e Segurança da Economia), em caso de regras sobre o mesmo tema, a norma municipal se sobrepõe à estadual.

Hoje, a Capital tem 65,9% da população completamente imunizada contra a covid-19, conforme dados da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde). Isso significa que 597,1 mil pessoas tomaram duas doses ou dose única da vacina.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE