Chegada da chuva no Pantanal elimina os focos de calor; bombeiros monitoram região

You are currently viewing Chegada da chuva no Pantanal elimina os focos de calor; bombeiros monitoram região
Bombeiros monitoram locais afetados pelas queimadas nos últimos 58 dias / Foto: Divulgação

As chuvas que caíram na região pantaneira, desde o sábado (28), extinguiram praticamente todos os focos de calor na região, onde os incêndios florestais mais intensos ocorriam no Carandazal, Abobral, Forte Coimbra e Nhecolândia. Sobrevoo na manhã deste domingo constatou que os focos foram eliminados, com os bombeiros se mantendo nas áreas realizando monitoramento e rescaldo.

A informação foi repassada pelo atual comandante da Operação Hefesto, tenente-coronel Leandro Borges Bertholdo. “As condições climáticas favoráveis foram determinantes para a extinção dos incêndios, com três das seis guarnições de linha de frente retornando à base (quartel do Corpo de Bombeiros de Corumbá). Em algumas regiões, como o Abobral, choveu forte”, acrescentou.

PUBLICIDADE

No Pantanal ao Norte de Corumbá, abrangendo as sub-regiões do Paraguai e Paiaguás, também houve ocorrência de chuvas e não há sinais de focos, conforme relatou o pantaneiro Armando Lacerda, do Porto São Pedro, localizado no entorno da Serra do Amolar. Ele disse que choveu pouco, mas o suficiente para aumentar a umidade e eliminar a fumaça. “O capim começou a reverdecer”, adiantou.

Operação no 58º dia

A Operação Hefesto completou neste domingo (29), 58 dias de atuação, envolvendo mais de 140 bombeiros militares e brigadistas das propriedades rurais, além de viaturas e três aeronaves Air Tractor. Atualmente, 45 bombeiros estão em ação e em constante revezamento. Antes da chegada da chuva, foram montadas três bases para operação das aeronaves responsáveis pelo lançamento de água – na fazenda BrPec (Miranda), Forte Coimbra e Corumbá.

Aeronaves foram fundamentais para combate das queimadas na região do pantanal

No sábado, houve combates aéreo e terrestre no Abobral (entre a MS-184 e a BR-262), com o fogo atingindo o Morro do Urucum (reservas de minério de ferro e manganês). Os bombeiros também atuaram e controlaram um incêndio no Morro do Rabicho, área de adestramento da Marinha próxima a cidade de Ladário. No Carandazal, entre Corumbá e Porto Murtinho, a chuva forte apagou o grande incêndio.