Taxista é preso pela PRF após levar adolescente que fugiu de casa em Corumbá até Goiás

Você está visualizando atualmente Taxista é preso pela PRF após levar adolescente que fugiu de casa em Corumbá até Goiás
  • Autor do post:
  • Post publicado:19 de agosto de 2021

Jataí (GO)- Um taxista foi preso, na noite desta quarta-feira (18), suspeito de transportar um adolescente de 15 anos que fugiu de casa, em Corumbá, e seguia viagem sem documentos ou autorização dos pais até o estado de Goiás.

O flagrante ocorreu durante uma abordagem de rotina realizada na BR-364 no Município de Jataí. Durante a verificação, foi constatado que o menor seguia sem portar documentos ou qualquer tipo de identificação.

Ao ser questionado sobre a viagem, ele contou aos policiais que havia fugido de Corumbá com destino a cidade de Manaus (AM), para se encontrar com uma garota que havia conhecido através de um jogo pela internet.

O nome do condutor não foi divulgado, mas ele trabalha como taxista na cidade de Corumbá.

A corporação informou ainda que o adolescente contou que tinha roubado cerca de R$ 3 mil reais do cofre da avó e que deu uma parte ao taxista para levá-lo.

Além da fuga de casa e a contratação de um taxista para leva-lo até a capital de Goiás, a “aventura” do adolescente previa a continuidade da viagem até Manaus através de carona.  

O conselho tutelar foi acionado e o adolescente encaminhado para um abrigo da cidade. Os pais foram acionados e o taxista encaminhado para a Delegacia da Polícia Civil e deve responder por transportar menor de idade sem a autorização dos responsáveis.

A reportagem do Folha MS entrou em contato com a tia do adolescente, que confirmou as informações. O avô e dois tios do garoto já teriam se deslocado até o município e aguardam a liberação do juiz para traze-lo de volta.

Em relação ao desaparecimento, a tia se disse aliviada por nada de mal ter ocorrido com o sobrinho que mora com a avó e teria fugido sem deixar nenhum recado.

“Minha mãe o deixou pronto para ir para escola e saiu para trabalhar, quando voltou ele não estava mais, e por causa da demora fomos atrás dele na escola que nos informou que ele não tinha ido na aula. Postamos nas redes sociais procurando alguma informação, fomos na polícia registrar o caso e graças a Deus ontem nos ligaram informando que ele tinha sido encontrado e graças a Deus bem”, contou.

Participe da lista VIP do WhatsApp do  FOLHA MS e receba as principais notícias no seu celular