Vereadora pede informações sobre situação de insumos para o combate da covid-19

You are currently viewing Vereadora pede informações sobre situação de insumos para o combate da covid-19
  • Post author:
PUBLICIDADE

Corumbá (MS)- A vereadora Raquel Bryk (Progressistas), apresentou na sessão ordinária da Câmara Municipal de Corumbá desta segunda-feira (31), um requerimento solicitando informações ao titular da pasta de Saúde, sobre a real situação do município em relação à Covid – 19.

Ela  busca saber se há falta de medicamento e insumo para o combate e tratamento da doença na rede pública; se está havendo óbitos por falta de leitos clínicos (UTI); se há falta de profissionais para as escalas de plantões; se houve ou poderá haver falta de oxigênio para os pacientes em tratamento.

PUBLICIDADE

“A falta da real informação gera pânico na população. Casos positivos subindo assustadoramente, informações de que pacientes imunizados estão tendo quadros sérios de agravamento e chegando a óbito, falta de medicamentos relatadas pelos usuários do SUS, mensagens de situações caóticas de dentro do hospital, tornam tudo mais grave”, explicou.

Servidores

Raquel solicitou também informações junto à pasta de Saúde, para saber se houve cortes ou redução dos incentivos/gratificações salariais pagos aos enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem, “todos trabalhadores da saúde que estão desempenhado um papel fundamental no combate à pandemia, expostos a todo momento ao cansaço físico e mental e até mesmo aos riscos da Covid. Por isso mesmo devem ser consideradas todas as formas possíveis de incentivos e gratificações”, justificou.

Para a parlamentar, é importante saber ainda se houve redução ou cortes no fornecimento de alimentação dos trabalhadores da saúde que atuam em regime de plantões 6 horas. Justificou afirmando que “são servidores que estão há mais de um ano na linha de frente diante dessa terrível pandemia, e que precisam ser tratados com o máximo de respeito. Entendemos que todos os cortes feitos num momento como este, demostra falta de reconhecimento para com estes trabalhadores”, comentou.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE