Buracos tomam conta de ruas no Popular Nova e moradores improvisam barreira para evitar acidentes

Segundo moradores cratera teria surgido há duas semanas na Edu Rocha / Fotos: Erik Silva
Segundo moradores cratera teria surgido há duas semanas na Edu Rocha / Fotos: Erik Silva

Corumbá (MS)- Se um buraco incomoda muita gente, imagine 50. A situação que para muitos pode parecer inimaginável faz parte do cotidiano dos moradores e motoristas que trafegam diariamente por algumas ruas do bairro Popular Nova.

O estado de conservação em algumas vias é tão lamentável que para evitar maiores prejuízos aos motoristas e até mesmo que acidentes graves ocorram, os próprios moradores resolveram improvisar barreiras na tentativa de sinalizar a existência dos maiores buracos, que de acordo com algumas pessoas, já ocasionaram diversas quedas de motociclistas que passam pela região.  A situação se agravou após alguns dias de chuva que ocorreram na semana passada e fizeram com que parte do asfalto da Rua Minas Gerais, Edu Rocha, Paraná e 21 de setembro simplesmente esfarelassem.

Em um trecho de apenas dois quarteirões da rua Minas Gerais é possível observar mais de 50 buracos
Em um trecho de apenas dois quarteirões da rua Minas Gerais é possível observar mais de 50 buracos

Embora agravada pela chuva, a situação segundo moradores e comerciantes não é nova. “Há pelo menos um ano que o asfalto aqui está nessas condições, algumas vezes chegou a ser feito operação tapa buracos, mas os consertos não duram mais que uma semana. Pode se perceber que a pavimentação está esfarelando e o remendo não segura”, disse José Francisco Oliveira, morador da Rua Minas Gerais.

Em um dos pontos mais críticos, localizado no cruzamento entre as ruas Edu Rocha e Minas Gerais, há duas semanas uma enorme cratera se abriu bem no meio da rua e causa transtornos tanto para veículos de passeio como coletivos, já que a via, uma das principais que fazem a ligação da parte alta ao centro da cidade é itinerário de pelo menos duas linhas de ônibus.

A reportagem esteve presente nas ruas citadas na matéria e constatou as condições precárias do asfalto nessas regiões, foi possível contabilizar em apenas dois quarteirões da Rua Minas Gerais entre Edu Rocha e José Frageli, mais de 50 buracos. “Agora você imagina, uma rua que já possui mais de cem remendos e outros tantos ainda por fazer, não comporta mais paliativos, o asfalto está esfarelando é remendar e daqui duas semanas voltar a mesma situação”, afirmou o comerciante José Eduardo Ramos.

Asfalto esfarela na rua Paraná
Asfalto esfarela na rua Paraná

Além do péssimo estado de conservação do asfalto, as intervenções realizadas pela empresa de Saneamento e abastecimento de água (Sanesul), é outro fator que contribui e muito para que a situação chegasse a este ponto.

Buraco foi aberto pela Sanesul ha mais um mês na Edu Rocha
Buraco foi aberto pela Sanesul ha mais um mês na Edu Rocha

Na rua Edu Rocha entre as ruas Minas Gerais e São Paulo, um buraco que teve de ser aberto há mais de um mês para reparo na rede, foi simplesmente fechado com terra compactada e desde então a empresa não retornou para finalizar o serviço.

De acordo com a Assessoria Institucional da Prefeitura de Corumbá, a Secretaria de Infraestrutura já está em fase final da elaboração de um cronograma para a realização dos reparos em diversos pontos da cidade. A preparação deste roteiro deverá ser divulgada em breve.

A reportagem também entrou em contato com a Sanesul que através do Gerente Regional Elano Saldanha, informou que o reparo no trecho mencionado da Rua Edu Rocha entre as ruas Minas Gerais e São Paulo deverá ser feito até o próximo dia 24 de julho.

 

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

 

Comentários

%d blogueiros gostam disto: