Domingo segue com tempo quente e seco e frente fria deve trazer alivio a partir de segunda

tempo quente
  • Autor do post:
  • Post publicado:12 de maio de 2024

O tempo quente e seco deve seguir firme neste domingo (12). O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu, pela terceira vez consecutiva, um alerta para a onda de calor que assola o estado do Mato Grosso do Sul. Esta onda de calor, que já dura 16 dias, é considerada a mais intensa já registrada, elevando as temperaturas até 5 °C acima da média para esta época do ano.

Com a previsão de temperaturas superiores a 30 °C, mesmo durante o outono, estação conhecida por temperaturas mais amenas, o aviso do Inmet destaca o potencial risco à saúde que essa condição climática representa.

Iniciada no dia 6 de maio, a onda de calor está prevista para continuar até às 23h59 de domingo (12). Neste período, recomenda-se medidas como a ingestão abundante de água, a umidificação dos ambientes, a evitar exposição direta ao sol e a redução de atividades físicas nos horários mais quentes do dia.

Além da onda de calor, outra preocupação é a falta de chuvas no estado. Conforme o Centro de Monitoramento do Tempo e do Clima (Cemtec), não são esperadas chuvas significativas até o dia 22 de maio, com exceção de chuvas pontuais em algumas áreas do extremo sul e sudeste do estado.

onda de calor tempo quente
Estado completa 16 dias sob forte influência de uma onda de calor

Na capital, Campo Grande, a última chuva significativa ocorreu em 16 de abril, ocasionando alagamentos em diversos bairros devido à insuficiência dos sistemas de drenagem da cidade. Já em Corumbá, a última chuva foi registrada em 21 de abril, porém, com um volume abaixo do esperado para o período.

Com a persistência da onda de calor e a ausência de chuvas, medidas de precaução e atenção à saúde se tornam essenciais para a população enfrentar esse período de condições climáticas adversas no Mato Grosso do Sul.

Chegada de frente fria

Segundo o Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (Cemtec), a partir de segunda-feira (13/05), a influência da frente fria se intensifica, trazendo consigo um declínio acentuado nas temperaturas. As regiões sul e sudoeste do Estado serão as mais afetadas, com mínimas podendo chegar a 6°C na quinta-feira (16/05).

frente fria

Participe da lista VIP do WhatsApp do  FOLHA MS e receba as principais notícias no seu celular