Governador rebate desconfiança de Iunes com a Casa da Mulher Brasileira

Você está visualizando atualmente Governador rebate desconfiança de Iunes com a Casa da Mulher Brasileira
  • Autor do post:
  • Post publicado:29 de janeiro de 2024

Após o anúncio feito pela ministra das Mulheres, Cida Gonçalves, sobre a inauguração de duas novas unidades das Casas da Mulher Brasileira em Corumbá e Dourados, o prefeito de Corumbá, Marcelo Aguilar Iunes, expressou sua preocupação com a disponibilidade de pessoal para atender a comunidade no novo espaço. Ele ressaltou que a cidade já possui um centro de atendimento, mas enfrenta dificuldades para recrutar funcionários suficientes.

“Não adianta termos uma infraestrutura excelente se não contarmos com pessoal adequado no setor de Recursos Humanos.”

21tchamu8n1co
Prefeito de Corumbá já chamou Maior Instrumento de combate a violência contra mulher de “Elefante Branco” (confira o vídeo abaixo)

Marcelo enfatizou que o município dispõe dos serviços do Cram (Centro de Referência de Atendimento à Mulher em Situação de Violência) para assistência, porém sua principal preocupação são as instâncias voltadas para questões familiares“

“Agora, com essa parceria, estamos buscando um local que possa atender à população. O que realmente almejamos é garantir a presença das instâncias necessárias lá. Estamos aguardando o apoio do Estado e da União para implantar no local tanto a vara familiar da Justiça quanto do Ministério Público.”

A formalização para a construção das casas ocorreu nesta segunda-feira (29), no Centro de Convenções Arquiteto Rubens Gil de Camillo.

O governador Eduardo Riedel tranquilizou o gestor municipal de Corumbá. Em entrevista ao Campo Grande News, ele afirmou que o Estado participará ativamente da construção e operacionalização da Casa, inclusive estabelecendo parcerias entre os servidores“

“O Governo do Estado está diretamente envolvido, com a presença da Polícia Civil, Polícia Militar, psicólogos e servidores do Estado. O município de Corumbá terá total liberdade para participar de forma colaborativa. É importante compreender isso. No entanto, é evidente que tudo funciona melhor quando há parceria.

Ele acrescentou que o município poderá encaminhar suas demandas e preocupações após a conclusão do processo.

“A Casa da Mulher Brasileira será construída em Corumbá, com a participação e parceria do Governo do Estado e do Ministério das Mulheres.”

Elefante Branco

Não é de hoje que Marcelo Iunes não poupa críticas à construção da maior estrutura de enfrentamento a violência contra mulher do país em Corumbá.

Em uma cerimônia de homenagem às mulheres realizada na Câmara Municipal, o prefeito chegou a dizer que o espaço seria um “Elefante Branco”, ao defender o espaço de apoio às mulheres da prefeitura, que, segundo ele, já funcionava “muito bem”.

Na tentativa de “vender” sua perspectiva sobre o instrumento do governo federal, Iunes chegou a mentir, dizendo que o estado pretendia fechar a Casa de Apoio às Mulheres de Campo Grande.

Gente é o que não falta

Quem vê o prefeito Marcelo Iunes, preocupado com o “RH” da Casa da Mulher Brasileira, nem imagina que, sob sua gestão, a prefeitura de Corumbá obteve os maiores recordes de gastos, justamente com o pagamento de pessoal.

Especialmente, servidores comissionados que em sua administração já chegou a mais de 600 pessoas. Para acomodar seus apadrinhados, inclusive alguns familiares, o prefeito não demonstra a mesma falta de criatividade e já usou das suas atribuições como gestor, para criação de novos cargos dentro da prefeitura.

Até o final de 2023, a folha salarial com pagamentos dos já conhecidos “Comissionados do Iunes”, custam ao contribuinte corumbaense, nada mais, nada menos do que R$ 3 milhões de reais mensalmente.

*com informações Campo Grande News

Participe da lista VIP do WhatsApp do  FOLHA MS e receba as principais notícias no seu celular