Segurança na fronteira com Guiana e Venezuela terá reforço de blindados e militares de MS

Você está visualizando atualmente Segurança na fronteira com Guiana e Venezuela terá reforço de blindados e militares de MS
  • Autor do post:
  • Post publicado:9 de dezembro de 2023

O Ministério da Defesa anunciou que enviará blindados e militares para um regimento de cavalaria em Boa Vista, capital de Roraima, para reforçar a presença militar brasileira na fronteira entre a Venezuela e a Guiana.

A medida ocorre em meio ao aumento da tensão entre os dois países vizinhos, depois que os venezuelanos aprovaram em plebiscito a anexação da região guianense de Essequibo.

Segundo o comunicado do Ministério da Defesa, a movimentação de blindados do Exército já estava planejada e faz parte do Plano Estratégico do Exército.

Publicidade

99 Blindados e militares

Os blindados são do modelo Guaicuru e vão completar a dotação de material do 18º Regimento de Cavalaria Mecanizado, criado recentemente em substituição ao 12º Esquadrão de Cavalaria Mecanizado.

Uma fonte ligada ao Comando do Exército informou que os militares que estão seguindo para Roraima são de regiões do Sul e Centro-Oeste do país.

A fonte também disse que houve uma elevação de status do grupamento militar, que passou de esquadrão para regimento. Um regimento pode ter até 600 militares, mas o número exato do reforço ainda não foi divulgado. O Exército deverá emitir um comunicado oficial em breve com mais detalhes.

De Mato Grosso do Sul foram enviados os modelos Guaicuru e Guarani. Este último, inclusive, foi lançado justamente na 4ª Brigada de Infantaria Motorizada de Dourados, em 2015. 

A viatura blindada Guarani, de transporte de pessoal, é anfíbia, tem capacidade para transportar até 11 militares e tem proteção antiminas, sob as rodas, couraça e assentos individuais, e proteção balística composta de blindagem contra tiros de 7,62 mm e estilhaços de granadas de artilharia de 155 mm. A viatura tem peso bruto de 14,7 toneladas, motor blindado com potência de 383 cavalos e atinge uma velocidade máxima de até 100 km/h.

Já o Guaicuru, viatura blindada multitarefa leve sobre rodas (VBMT-LSR) 4X4 LMV-BR, foi batizado com este nome em homenagem à tribo do sudoeste de Mato Grosso do Sul que auxiliou o Brasil a derrotar o Paraguai na guerra contra o país vizinho, há pouco mais de um século e meio.