Chega a 17 o número de criminosos mortos em confronto com o Bope-MT após novo tiroteio

Você está visualizando atualmente Chega a 17 o número de criminosos mortos em confronto com o Bope-MT após novo tiroteio
  • Autor do post:
  • Post publicado:10 de maio de 2023

Confresa (MT)- O número de mortos na operação policial que busca os envolvidos no ataque a duas agências bancárias em Confresa (MT), no último dia 4, subiu para 17. Nesta quarta-feira (10), um dos suspeitos foi baleado em um novo tiroteio com o Bope-MT (Batalhão de Operações Policiais Especiais) em uma área rural de Pium (TO), a cerca de 1.300 km de Cuiabá.

De acordo com a Polícia Militar, o suspeito estava escondido em uma região de mata e reagiu à abordagem dos policiais por volta das 8h, na TO-354, próximo à fazenda Terra Boa. Ele foi atingido por disparos e socorrido ao Hospital de Marianópolis, mas não resistiu aos ferimentos. Com ele foi apreendido um fuzil Colt, de alto poder de fogo.

whatsapp image 2023 05 10 at 09.55.02 1
Armamento encontrado com criminoso morto durante confronto

O comandante da PMMT, coronel Alexandre Mendes, afirmou que as buscas pelos demais integrantes da quadrilha continuam na região. Segundo ele, há indícios de que há dois grupos de criminosos escondidos em pontos diferentes da mata, com cerca de 3 a 5 pessoas cada um.

Além dos 17 mortos, outros cinco suspeitos foram presos desde o início da operação. Eles são acusados de participar do ataque a duas agências bancárias e uma joalheria em Confresa, que resultou em uma intensa troca de tiros com a polícia e na explosão de um carro-forte. Nenhum policial ou civil ficou ferido na ação.

Operação  

Começou no dia 10 de abril, um dia após os criminosos tentarem assaltar uma transportadora de valores em Confresa e fugirem para a zona rural do Tocantins, a operação na zona rural do estado, que faz divisa com Mato Grosso, em busca dos suspeitos.

De acordo com a PM, mais de 300 policiais de cinco estados trabalham para encontrar todos os suspeitos.  

Essa é considerada pela polícia uma das maiores operações para capturar criminosos do país. Tanto o comando da operação quanto os governadores dos estados envolvidos afirmam que as buscas devem continuar até que o último suspeito seja localizado. 

A tecnologia tem ajudado no trabalho da força-tarefa montada para perseguir o bando. Os policiais têm utilizado binóculos com visão noturna e drones com câmeras termais para localizar os criminosos.

*Com informações G1-MT

Participe da lista VIP do WhatsApp do  FOLHA MS e receba as principais notícias no seu celular