Caminhoneiros fecham lado brasileiro na fronteira com a Bolívia

Você está visualizando atualmente Caminhoneiros fecham lado brasileiro na fronteira com a Bolívia
  • Autor do post:
  • Post publicado:18 de novembro de 2022

Corumbá (MS)- Caminhoneiros brasileiros que aguardam há mais de 25 dias a liberação para passagem na fronteira do Brasil com a Bolívia em Corumbá, fechada por protestos realizados no país vizinho, decidiram fechar também o lado brasileiro da fronteira, após insatisfação com a forma que vem sendo autorizada a passagem de determinados veículos no local.

O protesto que já dura quase um mês, passou a permitir a passagem de veículos em determinados horários, mas a falta de controle gerou revolta em caminhoneiros que aguardam por até 27 dias a liberação.

Segundo alguns motoristas autônomos, a passagem de veículos pertencentes a transportadoras bolivianas, estaria sendo privilegiada em detrimento de caminhões brasileiros que aguardam há muito mais tempo dentro do pátio da Agesa para adentrarem em território boliviano.

Publicidade

99

“Ou abre de uma vez ou fecha de uma vez, não tem meio termo”, disse Deriwelton das Graças, um dos líderes do movimento dos caminhoneiros no lado brasileiro da fronteira. Segundo ele, são cerca de 150 caminhões que aguardam liberação.

“O comitê cívico boliviano está fazendo o que quer, abre duas horas, depois fecha, acham que são os donos da fronteira, então decidimos, ou fecha por completo ou abre por completo”, destacou.

O movimento lembra que a passagem de pedestres e carros de emergência continuam tendo livre circulação.