Juiz determina prisão do ex-goleiro Bruno por não pagamento de pensão alimentícia

You are currently viewing Juiz determina prisão do ex-goleiro Bruno por não pagamento de pensão alimentícia
  • Post author:

A falta de pagamento de pensão alimentícia ao filho que teve com a modelo Elísa Samúdio, levou a decretação da prisão do ex-goleiro Bruno, nesta sexta-feira, 27 de maio.

PUBLICIDADE

O pedido de prisão foi assinado pelo juiz da 6ª vara de família e sucessões de Mato Grosso do Sul, Alexandre Tsuyoshi Ito.

Elisa Samudio foi assassinada após desaparecer em 2010. O corpo nunca foi encontrado e o caso ganhou repercussão internacional na época. Bruno foi condenado pelo crime e após cumprir pena em regime fechado teve o benefício do regime aberto, e mora em Cabo Frio no Rio de Janeiro.

A avó de Bruninho, Sonia Samudio afirma que o menino nunca recebeu pensão.

Conforme a decisão, Bruno deverá efetuar o pagamento de, aproximadamente, R$ 60 mil referentes a dois salários-mínimos por mês desde janeiro de 2020, em valores atualizados. O juiz ainda determina que Bruno permaneça preso até que “efetue a quitação de todas as parcelas pendentes ou pelo prazo máximo de 3 meses”.

PUBLICIDADE

Na decisão, o magistrado deixou claro que apenas com a quitação do débito por pensão alimentícia, a prisão pode ser suspensa. O processo está na Justiça desde 2012.

PUBLICIDADE