Maioria dos brasileiros diz não confiar em Bolsonaro, aponta Datafolha

You are currently viewing Maioria dos brasileiros diz não confiar em Bolsonaro, aponta Datafolha

Mais da metade dos brasileiros não acreditam nas declarações do presidente Jair Bolsonaro (PL), segundo pesquisa feita pelo Datafolha e divulgada nesta quinta-feira (26/5) pelo jornal Folha de S. Paulo. O resultado é semelhante ao levantamento feito em março, quando 53% declararam não confiar nas falas dele. Agora, a parcela desconfiada da população subiu para 56%.

PUBLICIDADE

O levantamento também apontou que 26% confiam às vezes, e 17% sempre confiam; 1% não quis opinar.

Entre os que não aprovam o governo, o índice de descrença em Bolsonaro chega a 91%. As mulheres (59%), pessoas com renda de até dois salários mínimos (60%), moradores do Nordeste (66%), católicos (61%) e pretos (63%) também são os que mais não acreditam no governo.

Bolsonaro é investigado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) no inquérito das fake news devido a ataques contra o sistema eleitoral. A investigação foi aberta em março de 2019 para apurar a divulgação de notícias falsas e ameaças a ministros do STF.

A pesquisa também mostrou que 48% dos entrevistados consideram o governo de Bolsonaro ruim ou péssimo. Para 27%, o governo é regular e 25% consideram ótimo ou bom. O índice mantêm Bolsonaro como o presidente com a pior avaliação entre todos os eleitos após a redemocratização.

PUBLICIDADE

O instituto ouviu 2.556 pessoas com 16 anos ou mais em 25 e 26 de maio em 181 cidades brasileiras. A margem de erro é de dois pontos percentuais.

Intenção de voto

O levantamento também revelou que caso as eleições fossem realizadas hoje, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) venceria a disputa pela presidência no primeiro turno, com 48% dos votos. O petista tem 48% das intenções de voto, enquanto Bolsonaro tem 27%, uma diferença de 21 pontos percentuais entre os dois. Este é o melhor resultado de Lula desde desde o início das pesquisas da instituição, em maio de 2021.

A terceira posição ficaria com o ex-ministro Ciro Gomes (PDT), com 7%. Entre os eleitores que declararam voto no pedetista, 37% afirmam que Lula seria a segunda opção de voto. Para Bolsonaro, somente 10% dos eleitores de Ciro dizem que migrariam.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE