Na Capital, Marquinhos fala em missão maior para resolver problemas crônicos do Estado

You are currently viewing Na Capital, Marquinhos fala em missão maior para resolver problemas crônicos do Estado
  • Post author:

O pré-candidato do PSD ao Governo de Mato Grosso do Sul, Marquinhos Trad, recebeu o apoio de lideranças de diversos setores em reunião na Capital. Durante o encontro, Marquinhos falou das viagens pelo Estado na pré-campanha e destacou o empenho do grupo na corrida pelo Governo do Estado.

PUBLICIDADE

“Sinto esta diferença entre as pessoas que nos apoiam. Elas acreditam em um projeto de transformação do nosso Estado. São lideranças que somam ideias e estão conosco porque defendem um Mato Grosso do Sul mais humano, desenvolvido e com oportunidade para todos”, declarou.

 O pré-candidato falou das viagens que tem feito por todo o Estado, onde a cada dia, tem certeza de que fez a escolha certa ao partir para uma missão maior, no Governo do Estado.

“Por onde ando, a cada viagem, sinto que fiz a escolha certa. É uma missão, transformar a realidade das pessoas, uma gente que sofre há muitos anos com os mesmos problemas: falta de moradia, desemprego, saúde precária. Questões que não são resolvidas por falta de planejamento. Vivemos em um estado rico, um dos maiores produtores do mundo, e com gente passando fome. Nós vamos mudar esta realidade”, garantiu.

Marquinhos apontou a saúde como um dos principais problemas que, inclusive, o levou a pensar com mais carinho nesta possibilidade de se candidatar, mesmo com dois anos e meio de mandato como prefeito da Capital.

PUBLICIDADE

“Em Campo Grande temos 600 mil cartões do SUS a mais do que a população. Isso acontece porque as pessoas do interior vêm pra Capital em busca de atendimento. Mais de 30 mil pessoas do interior na espera por uma vaga para atendimento em Campo Grande. Dois governos, mais de 16 anos e os hospitais de Três Lagoas e Dourados não saíram do papel. Enquanto isso, pessoas padecendo, viajando quilômetros e mais quilômetros por algo que poderia ser resolvido na sua cidade ou região. Mato Grosso do Sul precisa de um governo mais humano. Foi vendo essa realidade difícil, que acaba atingindo todo o Estado, que resolvi aceitar esta missão de mudar a realidade da nossa gente”, concluiu.

PUBLICIDADE