Filho de secretária é morto a tiros por PM após discussão em bar

You are currently viewing Filho de secretária é morto a tiros por PM após discussão em bar

Imagem de câmera de segurança que circula nas redes sociais mostra o momento em que Pedro Henrique Evangelista Bahia, 24 anos, é baleado em frente a um bar em Jardim, cidade a 236 quilômetros de Campo Grande, na madrugada deste domingo (15).-

PUBLICIDADE

No vídeo, encaminhado ao Campo Grande News pelo canal Direto das ruas, é possível ver que Pedro Henrique chega ao local armado e é barrado por dois homens, um deles aparentemente usando colete da Polícia Militar.

Enquanto isso, um terceiro homem sai de dentro do bar já com a arma em punho e, aparentemente tenta tirar a arma da mão de Pedro, que desvia e é atingido pelo primeiro tiro.  O rapaz se vira e o autor dos tiros, que é Polícia Militar dispara pela segunda vez.

Pedro sai caminhando e então o militar dá o terceiro tiro e o rapaz cai em frente a um carro estacionado. Outro homem aparece armado e os dois vão até onde a vítima está e o vídeo acaba.

Pedro Henrique é filho da secretária municipal de Desenvolvimento Econômico e Cultura da cidade, Delaine Evangelista Bahia. O rapaz estava em frente a um bar  no Centro de Jardim.

PUBLICIDADE

Ele foi atingido por três tiros, segundo informações na região do abdômen, e chegou a ser socorrido, mas acabou não resistindo e morreu no Hospital Marechal Rondon ainda na manhã de hoje. Nas redes sociais, amigos e familiares, incluindo o cantor sertanejo Munhoz, da dupla com Mariano, lamentaram a morte de Pedro.

Versão da PM


De acordo com o tenente-coronel do 11º Batalhão da Polícia Militar de Jardim, Wilson Cesar Velasques, três militares de folga estavam no local e foram informados de que Pedro estaria em frente ao bar armado ameaçando as pessoas.

Os policiais então teriam saído e encontraram o rapaz com a arma em punho. Eles pediram para que Pedro entregasse a arma, mas, ainda conforme o tenente-coronel, ele não teria obedecido e deu um tiro.

PUBLICIDADE

Um dos policiais então revidou e acabou atingindo Pedro com três tiros. O rapaz chegou a ser socorrido, mas acabou morrendo no hospital. Ainda conforme Velasques,  a PM abriu inquérito militar e os policiais envolvidos ficarão afastados até a conclusão.

PUBLICIDADE