Operário vence o Aquidauanense e é campeão Estadual pela 12ª vez

You are currently viewing Operário vence o Aquidauanense e é campeão Estadual pela 12ª vez
  • Post author:

Com a presença da torcida, que na sua maioria foi em caravanas de Campo Grande a Aquidauana, o Operário se sentiu em casa e consagrou-se campeão Sul-Mato-Grossense pela décima segunda vez, ao derrotar o Aquidauanense por 3 a 1 no estádio Noroeste, na tarde deste domingo (24).

PUBLICIDADE

Maior campeão estadual, o Galo impôs o ritmo da partida no primeiro tempo, pressionando o time da casa no campo do adversário. Aos 48 minutos, o goleiro Wellerson fez uma grande defesa, ao impedir com o pé esquerdo, uma cabeçada à queima-roupa do zagueiro Wagner após cobrança de escanteio.

O gol do Operário saiu aos 52 minutos com André. Após cobrança de lateral pelo lado esquerdo, para dentro da área, a bola sobrou para o meio campista que ajeitou e bateu no canto, em um belo gol. André que fez o seu primeiro gol pelo Operário, substituiu Petrocelli, suspenso após receber três cartões amarelos.

Na volta para o segundo tempo, o Aquidauanense avançou a linha de marcação e teve mais posse de bola que no primeiro tempo. O Azulão ficou com um a menos, com a expulsão de Pablo, aos 8 minutos, após entrada forte no lateral esquerdo Magal, na defensiva do Operário.

PUBLICIDADE

Aos 19 minutos, após cobrança de lateral pela esquerda, Marcus Vinícius pegou de primeira, sozinho dentro da pequena área a encobriu o goleiro Elias, que substituiu Wellerson.

PUBLICIDADE

Mesmo com um a menos, porém, com espaço, Jô bateu de fora da área e a bola foi parar no canto esquerdo do goleiro Pereira. Já aos 35′ da etapa final, em jogada de contra-ataque, o talismã Irapuan, pelo lado esquerdo, driblou o zagueiro, puxou para a direita e marcou um golaço com chute de fora da área. Com a vitória confirmada, e o final da partida, o Galo então ergueu a taça como campeão estadual pela décima segunda vez.

Decisivo em várias partidas do Operário, assim como o goleiro Pereira, no final da partida, Irapuan agradeceu à dona Maria Auxiliadora, esposa do presidente do Operário, Estevão Petrallás, que o convenceu a não sair da equipe. Natural do estado do Rio de Janeiro, o atacante chegou a pedir dispensa por três vezes, devido a problemas familiares.

O Operário terminou o hexagonal final com 22 pontos, seguido de Naviraiense com 19; Costa Rica, 17; Dourados, 10; Serc, 9 e Aquidauanense, 6 pontos marcados.

Com a conquista, o Operário irá disputar o Campeonato Brasileiro da Série D, Copa do Brasil e Copa Verde, em 2023.

PUBLICIDADE

Outros jogos

O Costa Rica ainda tinha chances de levar o caneco, caso vencesse o Naviraiense em casa e o Operário tropeçasse. Porém, a Cobra do Norte perdeu para o Naviraiense por 1 a 0, gol de Rogério aos 14 minutos da segunda etapa. Campeão estadual de 2021, o Costa Rica veio de uma derrota para o Ceilândia, no último domingo (17), por 1 a 0, no Distrito Federal, no Brasileiro da Série D.

O Jacaré do Conesul também poderia ser campeão, com a vitória e derrota do alvinegro da Capital. Na terceira partida da última rodada do hexagonal, só para o encerramento de tabela, o DAC venceu a Serc por 2 a 0, em Dourados, com gols de Flaviano e Palácios.

PUBLICIDADE