Desfiles das Escolas de Samba de Corumbá iniciam nesta sexta-feira

You are currently viewing Desfiles das Escolas de Samba de Corumbá iniciam nesta sexta-feira
  • Post author:

Os desfiles das escolas de samba prometem mexer com as emoções da cidade branca em seu retorno, depois da pandemia que assolou o mundo entre os anos de 2020 e 2021, e ainda os primeiros meses de 2022, que ocasionou o adiamento dos desfiles para abril.

PUBLICIDADE

Na abertura dos desfiles, uma agremiação que desde 2019 não desfilava na passarela do samba: A Caprichosos de Corumbá, que pediu afastamento da LIESCO em 2020 por conta de problemas particulares da diretoria. A escola pretende falar das mais variadas formas de amar, e com isso, resgatar o elo de amor firmado entre a agremiação e seus torcedores. Curiosamente, o presidente Robinho da Caprichosos também é compositor do samba-enredo, juntamente com Doum Guerreiro

Na sequência, a Mocidade Independente da Nova Corumbá, que nutre um certo gosto por essa posição de desfile, inclusive sendo campeã em uma oportunidade, no ano de 2018. A escola pretende falar sobre Ossaim, Orixá vinculado a cura através das ervas, criando um vínculo entre a presença do orixá e o trabalho dos profissionais de saúde nas soluções para a pandemia que nos assolou. O presidente Reinaldo Bah, traz para o carro de som Fabinho Ribeiro, e o samba é de autoria de Ailson Picanço, compositor campeão da escola carioca Unidos do Porto da Pedra, e Edu Chagas

A terceira escola da noite é conhecida pela diversificação em seus temas, e esse ano não é diferente. A Acadêmicos do Pantanal visita os quatro elementos da natureza, através dos seus conceitos físicos, científicos e místicos, prometendo bastante cor na avenida. Letícia Rorras é o destaque estreando como rainha de bateria da agremiação que tem o tuiuiú como símbolo e é sediada no bairro Aeroporto. Nando Costa preside a agremiação, que conta com Flavio Bombeiro, já há vários anos como microfone principal da escola

PUBLICIDADE

Quarta escola da noite, a Império do Morro revisita o passado em seu desfile. Evocando o grande carnaval das mulheres, onde a escola fez uma de suas maiores exibições na história, a escola pretende dar nova cara ao enredo, e pra isso, contou com a ajuda de um dos compositores da obra-prima que balançou a avenida na ocasião: Pedro Jorge de Castro volta a compor para a escola, juntamente com Ricardo Chauvet para falar da mulher contemporânea, sem esquecer das que tanto fizeram na história. Nino Smith, diretamente do Rio de Janeiro, comanda o carro de som.

PUBLICIDADE

Fechando os desfiles, a caçula entre as escolas de samba, a Estação Primeira do Pantanal comemora seu décimo desfile lembrando de ser criança – o Reino da Imaginação será aberto pela escola do bairro Maria Leite, e passará por diversos personagens e brincadeiras que repousam no imaginário da criançada. O Presidente Walber Messias promete que adultos e crianças irão se encantar com a proposta da agremiação

Os desfiles começam às 20h30min, e cada escola tem entre 55 e 70 minutos para mostrar seu carnaval, que tem início na esquina da Frei Mariano com a 13 de Junho e termina no cruzamento entre a Avenida General Rondon e a Rua Major Gama

  • As informações são da Liesco

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Deixe um comentário