Em Corumbá, Marquinhos destaca necessidade de plano que contemple a saúde com mais prioridade

You are currently viewing Em Corumbá, Marquinhos destaca necessidade de plano que contemple a saúde com mais prioridade
Marquinhos esteve nesta segunda-feira (18), em Corumbá / Foto: Divulgação
  • Post author:

Corumbá (MS)- Em visita à região de Corumbá e Ladário, o pré-candidato ao governo do Estado Marquinhos Trad, caminhou pelas ruas das cidades pantaneiras e ouviu da população as demandas e expectativas para diversas áreas da sociedade.

PUBLICIDADE

A caminhada, segundo o pré-candidato, faz da estratégia que pretende formular um plano de governo regionalizado, que atenda, as especificidades de cada uma das regiões do estado.

“Estamos construindo um plano de governo regionalizado, dividindo o Estado de Mato Grosso do Sul em nove regiões, garantindo atendimento individualizado para cada uma delas, respeitando suas peculiaridades e suprindo suas necessidades. Estamos percorrendo o Mato Grosso do Sul, conhecendo a realidade de cada Município. Nosso Estado tem as dimensões de um País e não se pode fazer um plano de governo único, como sempre foi feito”, declarou Marquinhos.

À reportagem do Folha MS, Marquinhos destacou que a saúde precisa ser levada com maior seriedade, para que de fato, a população possa se beneficiar de uma política que tenha como prioridade a preservação de vidas.

PUBLICIDADE

“Para que a descentralização da saúde seja realmente algo que funcione, é preciso que o governante tenha seriedade e responsabilidade. O que temos visto ao longo dos anos, são discursos vazios de quem já esteve e de quem tenta se manter no poder, com promessas nunca cumpridas e vidas perdidas”, enfatizou.

PUBLICIDADE

Marquinhos esteve reunido com profissionais da saúde e reforçou o compromisso pela priorização do atendimento à população dentro do município.

“É triste ouvir da população da quarta maior cidade do estado, que deveria ser referência em saúde, de que a melhor opção de tratamento médico é recorrer à empresa de ônibus e seguir até a capital, já que aqui não se encontra o atendimento necessário. É o reflexo de promessas dos nossos concorrentes que não priorizaram a cidade que tem a maior extensão territorial do Estado e observaram o crescimento da população, mas sem providências efetivas na saúde”, concluiu o pré-candidato.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE