Aumento de casos leva prefeitura de Ponta Porã retomar uso de máscaras e distanciamento

You are currently viewing Aumento de casos leva prefeitura de Ponta Porã retomar uso de máscaras e distanciamento
Anuncio foi feito pelo prefeito nesta segunda-feira (10)
  • Post author:

Diante do aumento do número de casos da covid-19 e do vírus influenza H3N2, a Prefeitura de Ponta Porã volta a exigir o uso de máscara e álcool em gel e a adotar a medida de distanciamento social. Na manhã desta segunda-feira, o prefeito Hélio Peluffo reuniu profissionais de imprensa para comunicar a população do novo decreto que visa evitar a proliferação das doenças no município.

PUBLICIDADE

Ao lado do vice-prefeito Eduardo Campos, do secretário de saúde, Dr Patrick Derzi e dos vereadores Candinho Gabínio e Ângela Derzi, o prefeito Hélio Peluffo falou da preocupação com o que considera um aumento significativo e assustador dos casos de Covid-19 em Ponta Porã. Além da Covid-19, os casos de influenza H3N2 também são preocupantes.

“Nós estamos hoje com 90% dos leitos do Hospital Regional ocupados. Então a situação é o preocupante. As pessoas ainda não se conscientizaram da sua responsabilidade e dos transtornos que os descuidos acabam causando para a cidade toda. Houve um amento significativo de casos de covid e influenza. Em razão disso, queremos fazer um apelo à população através da imprensa para que procurem a vacina”, disse o prefeito Hélio Peluffo.

PUBLICIDADE

Segundo o prefeito, como os casos aumentaram, a procura por vacinas também aumentou, mas o número de não imunizados ainda é grande. É preciso redobrar a vigilância e os cuidados. Por isso, o município exigirá através de decreto, o uso de máscara, o distanciamento social e o uso de álcool em gel. Essas primeiras medidas são para evitar o aumento ainda maior no número de novos casos. Se os números continuem em elevação, novas medidas podem ser tomadas, inclusive mais drásticas.

“É uma maneira de evitar a proliferação, de conseguir conter o que está acontecendo. Os números são assustadores novamente. Se nós não tomarmos uma atitude vai acabar refletindo no comércio no futuro. Nós tivemos no final do ano passado vários eventos, que não nós trouxeram problemas. Mas neste final de ano, com muita gente viajando, os casos aumentaram e voltaram a assustar. Então precisamos de medidas para evitar que a saúde entre em colapso. Uma morte por covid de uma pessoa não vacinada já aconteceu e uma morte por influenza também. Estamos com sinal de alerta ligado”, afirmou Hélio Peluffo.

O prefeito Hélio Peluffo se mostra preocupado com o retorno dos estudantes de medicina no final de janeiro e já determinou que a secretaria de saúde de Ponta Porã mantenha contato com autoridades sanitárias de Pedro Juan Caballero para que se faça uma força tarefa entre os dois municípios para melhor combater o aumento dos casos. “Como os casos no Paraguai também são preocupantes, nós vamos nos reunir com as autoridades sanitárias do país vizinho e traçar planos em conjunto para que possamos conter o avanço da Covid-19 e do H3N2 em nossa fronteira”, finalizou o prefeito Hélio Peluffo.

PUBLICIDADE

Com informações Assessoria de Comunicação

PUBLICIDADE
gif grillinkl