Coronavac é liberada para vacinação de crianças no Paraguai

You are currently viewing Coronavac é liberada para vacinação de crianças no Paraguai
  • Post author:

Crianças paraguaias de cinco a 11 anos poderão ser vacinadas com doses da Coronavac, segundo a DNVS (Direção Nacional de Vigilância Sanitária) – equivalente da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). O órgão do Paraguai anunciou que aprovou esta aplicação no país vizinho do Brasil, que faz fronteira com Mato Grosso do Sul.

PUBLICIDADE

Em publicação no site oficial do Ministério de Saúde Pública e Bem-estar Social, a diretora de Vigilância Sanitária, María Antonieta Gamarra, explicou que a decisão foi tomada a partir de resultados positivos no Chile.

“Nos enviaram resultados interessantes quanto aos efeitos adversos nas crianças”.

PUBLICIDADE

Vale lembrar que já é permitida a imunização de crianças entre 12 a 17 anos com doses da Pfizer, assim como no Brasil. Além disso, a DNVS avalia permitir o antígeno da Sinopharm – este que não é aplicado em território brasileiro -, e já foram permitidas vacinas da Moderna.

Aos brasileiros, a ampliação para crianças de cinco a 11 anos será feita quando houver doses disponibilizadas pelo Ministério da Saúde brasileiro a este grupo. A SES (Secretaria Estadual de Saúde) já se posicionou favoravelmente a essa permissão e garantiu que não exigirá atestado médico para que a proteção seja feita.

Coronavac no Brasil

Aprovada para uso em adultos, a Coronavac é avaliada pela Anvisa se deverá ser incluída no rol de imunizantes anticovid também a crianças que tenham entre três e 18 anos. Até o momento, não recebeu aval.

PUBLICIDADE

Esta patente, feita no País em parceria do Instituto Butantan com a farmacêutica chinesa Sinovac, é aplicada em crianças de três a 11 anos em diferentes países do mundo, como China, Hong Kong, Chile, Equador, Indonésia e Camboja. Em todos esses locais, o fármaco recebeu aprovação por cumprir critérios mínimos de segurança e eficácia.

Para a imunologista e professora da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), Inês Aparecida Tozetti, a tecnologia utilizada na fabricação da Coronavac é conhecida há mais de 70 anos e aplicada em imunizantes contra a gripe. “A vacina Coronavac foi a primeira vacina disponibilizada para aplicação na população no Brasil. Trata-se de uma vacina com vírus inativado, sendo que para vírus não se utiliza a expressão vírus vivo e sim atenuado, ou vírus morto e sim inativado”.

PUBLICIDADE
gif grillinkl