Prefeitura fecha entrada de banheiros e deixa passageiros do transbordo “na mão”

You are currently viewing Prefeitura fecha entrada de banheiros e deixa passageiros do transbordo “na mão”
  • Post author:

A reclamação partiu de passageiros que utilizam o transporte coletivo na cidade de Corumbá e se depararam com o súbito fechamento dos banheiros públicos que existiam no transbordo, onde é realizado o embarque e desembarque de passageiros das linhas municipais.

A revolta se deve, além da falta de comunicação aos usuários do serviço, pelo desrespeito com a população que por vezes se vê obrigada a aguardar até 40 minutos pela saída dos coletivos.

PUBLICIDADE

“É uma falta de respeito com o usuário, já pagamos um valor de passagem alto e o pouco de estrutura que tínhamos eles [da administração pública] simplesmente tiram sem dar satisfação”, disse Maria Eugênia, moradora do assentamento Taquaral.

Acesso aos banheiros foram fechados

A mulher relata que algumas vezes precisa esperar até 50 minutos pela chegada do ônibus e o banheiro era uma comodidade, principalmente para pessoas de idade e crianças.

PUBLICIDADE

“Agora vamos precisar apelar para bondade de algum comerciante ou ainda andar até o ponto da praça para podermos utilizar o banheiro”, concluiu a usuária.

Atualmente apenas os banheiros destinados ao uso dos funcionários do local foram mantidos, mas permanecem fechados com cadeado para impedir o uso pelos passageiros.

A reportagem do Folha MS entrou em contato com a Assessoria de Comunicação da Prefeitura e pediu um posicionamento sobre o fechamento dos banheiros, mas não obteve resposta até a publicação da matéria.

Banheiro dos funcionários foi mantido, mas fechados com cadeado para impedir o uso pelos passageiros

Banheiros Químicos

Com o fechamento do acesso aos banheiros do transbordo, uma das soluções seria a disponibilização de banheiros químicos no local. Apesar de não fazer sentido trocar a oferta de um serviço que pouco onera os cofres públicos por se tratar de uma estrutura física própria que só demanda manutenção, por outra terceirizada, a medida vem sendo muito utilizada pela atual administração.

Somente com aluguel de banheiros químicos, a prefeitura de Corumbá desembolsou mais de R$ 645 mil reais entre os anos de 2020 e 2021, mesmo em plena pandemia.

Os gastos foram obtidos pela reportagem através de dados públicos expostos no Portal da Transparência. A favorecida, é a empresa FRV Soluções Ambientais, Serviços de Engenharia e Locações de Equipamentos que também mantém contratos com a administração pública para serviços diversos como: limpeza de fossa séptica, reformas e manutenções de espaços da prefeitura, troca de portas, e até o reparo de um muro que teria custado mais de R$ 60 mil reais.

A somatória de empenhos feitos pela Prefeitura em favor da empresa nos dois últimos anos é de R$ 1.269.606,00 (Um milhão duzentos e sessenta e nove mil, seiscentos e seis reais).

PUBLICIDADE

Deixe um comentário