Mais de 170 famílias foram atendidas pelo programa Povo das Águas no baixo Pantanal

You are currently viewing Mais de 170 famílias foram atendidas pelo programa Povo das Águas no baixo Pantanal
  • Post author:

O programa social Povo das Águas levou atendimento a 172 famílias durante ação executada entre 21 e 25 de agosto na região do Baixo Pantanal. Neste período, as equipes multidisciplinares da Prefeitura de Corumbá atenderam ribeirinhos que vivem no Porto Formigueiro, Porto da Manga, Porto Morrinho, Porto Esperança e Forte Coimbra.

PUBLICIDADE

Foram realizados 248 atendimentos médicos, 271 atendimentos de enfermagem, 61 atendimentos odontológicos e 150 procedimentos odontológicos, além da entrega de 142 kits de escovação dentária. Houve a aplicação 149 doses de vacinas de rotina e aplicadas 72 doses de vacinas contra a covid-19. Também foram realizadas 02 visitas domiciliares pelas equipes da Saúde Municipal durante o programa.

O CRAS Itinerante realizou o atendimento a 172 famílias; também promoveu 76 encaminhamentos e orientações; 172 atualizações do PAIF. Ainda foram 67 atualizações do Cad Único e 08 inclusões no Cad Único. As equipes também executaram 02 atendimentos psicossociais e entregaram 172 cestas básicas; 170 cobertores e 23 lonas. Houve ainda 13 visitas domiciliares.

Coordenado pela Secretaria Municipal de Assistência Social e Cidadania, o Povo das Águas promoveu palestras sobre o ‘Agosto Lilás’ promovidas pela Coordenadoria de Política Públicas para as Mulheres. Também houve rodas de conversa sobre a proibição do trabalho infantil e ações pedagógicas voltadas para crianças e adolescentes.

Todos os servidores envolvidos no trabalho tomaram os cuidados necessários para o período, dentro das normas de biossegurança preconizadas pela Anvisa. Todas as cestas básicas foram higienizadas e o contato com os ribeirinhos feito de forma a evitar a proliferação do vírus, com a utilização de todos os EPIs necessários.

PUBLICIDADE

Povo das Águas

O Programa Social Povo das Águas atende famílias que residem em regiões de difícil acesso do Pantanal corumbaense com ações médicas, odontológicas, sociais, assistenciais, educacionais e de fomento a pequenas produções.

PUBLICIDADE