Condenado por abusar sexualmente da neta, militar é preso pela Polícia Civil em Corumbá

Você está visualizando atualmente Condenado por abusar sexualmente da neta, militar é preso pela Polícia Civil em Corumbá
Autor foi preso em ação conjunta das delegacias de Corumbá e Ladário / Foto: Divulgação
  • Autor do post:
  • Post publicado:12 de agosto de 2021

Corumbá (MS)- Um militar reformado do Exército de 59 anos, condenado por abusar sexualmente da própria neta, foi preso durante ação conjunta entre agentes do Setor de Investigação Gerais das delegacias de Corumbá e Ladário, na tarde de quarta-feira (11), no bairro Nova Corumbá.

Foi dado cumprimento ao mandado de prisão ao autor, após sentença transitar em julgado no dia 01 de junho de 2021, sem possibilidade de recurso, e desde então, era considerado foragido. A justiça condenou o homem a 9 anos de prisão, pelo crime de atentado violento ao pudor praticado contra a própria neta, que na época, tinha apenas 6 anos de idade.

Durante as diligências, foi utilizada uma aeronave remotamente pilotada (drone) da polícia civil para mapear a área e monitorar o local, auxiliando efetivamente no cumprimento da prisão. A polícia reforça que o sobrevoou com o drone no espaço aéreo foi feito mediante solicitação e autorização via SARPAS, órgão controlado pelo Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA), em consonância com a legislação vigente

O preso foi recambiado para a custódia do Exército, por se tratar de militar da reserva, onde ficará à disposição da Justiça.

prisao militar2
Policiais utilizaram um drone para mapear e monitorar o local durante a ação

O Crime

Conforme informações, consta nos autos que o autor, praticou o crime na sua própria residência entre os anos de 2001 e 2008, praticando atos libidinosos diversos por meio de conjunção carnal com a neta desde quando ela tinha apenas seis anos de idade.

Disque Denúncia

A Polícia Civil de Ladário destaca a importância da participação população para contribuição da segurança pública e disponibiliza o número 67 99668-1679 via aplicativo WhatsApp para envio de denúncias. O sigilo da identidade do denunciante bem como o número telefônico é garantido.

Participe da lista VIP do WhatsApp do  FOLHA MS e receba as principais notícias no seu celular