Celular é apreendido em ação da PF sobre mortes de onças-pintadas no Pantanal

Você está visualizando atualmente Celular é apreendido em ação da PF sobre mortes de onças-pintadas no Pantanal
onças foram encontradas por pesquisadores com sinais de envenenamento
  • Autor do post:
  • Post publicado:6 de agosto de 2021

A Operação da Polícia Federal, deflagrada na manhã desta quinta-feira (5), para investigar a suposta morte de onças-pintadas e outros 18 animais por envenenamento em fazendas no Pantanal, apreendeu um parelho celular que será periciado.

Não há informações do local onde o aparelho foi apreendido. Os policiais cumpriram quatro mandados de busca e apreensão em três fazendas localizadas no Pantanal de Corumbá e um em Campo Grande.

A Operação

Foram analisadas 20 carcaças de animais silvestres de diversas espécies, sendo duas onças, que podem ter sido vítimas de envenenamento provocado por ação humana. As onças, dois carcarás, 14 urubus, um boi e um cachorro-do-mato foram encontrados por pesquisadores que já suspeitavam da morte do felino que era acompanhado por uma coleira de monitoramento. Os animais já estavam em avançado estado de decomposição.

Um dos felinos era “Sandro”, de quatro anos, 120 quilos e monitorado por colar de radiotelemetria pelo Instituto Reprocon (Reprodução para Conservação). A ausência de sinal do colar alertou os pesquisadores, que encontraram o animal morto em fazenda do Pantanal.

A Polícia Federal fez perícia no local e coleta de material para determinar as causas das mortes.

Participe da lista VIP do WhatsApp do  FOLHA MS e receba as principais notícias no seu celular