SES começa distribuição das 105 mil doses das vacinas aos municípios de MS

You are currently viewing SES começa distribuição das 105 mil doses das vacinas aos municípios de MS
  • Post author:
PUBLICIDADE

A Secretaria de Estado de Saúde aprovou em reunião da Comissão Intergestores Bipartite (CIB) de forma consensual junto aos 79 secretários municipais de Saúde, a distribuição das 105.090 doses das vacinas da Pfizer, Coronavac e Janssen de forma proporcional a todos os municípios de Mato Grosso do Sul.

As 48.600 doses da Coronavac, 37.440 doses da Pfizer e 19.050 doses da Janssen serão distribuídas aos municípios a partir das 7h desta sexta-feira. Os municípios irão retirar as respectivas doses na Coordenadoria Estadual de Vigilância Epidemiológica. A relação com a quantidade que será enviada a cada município será publicado no Diário Oficial do Estado (DOE).

PUBLICIDADE

Das doses recebidas, 48.600 doses da vacina Coronavac serão utilizadas para D1 e D2. O município deverá armazenar a segunda dose (D2) da vacina Coronavac, a fim de garantir o cumprimento do aprazamento daqueles indivíduos vacinados com a primeira dose (D1) enviadas nesta remessa.

As 37.440 doses da vacina Pfizer serão utilizadas para D1. As 19.050 doses da vacina Janssen são de aplicação única.

Segundo a resolução CIB, os municípios vão utilizar 70% das doses para continuar por faixa etária, em ordem decrescente de idade, iniciando os de 59 a 55 anos, 54 a 50 anos, e assim sucessivamente, até o limite de 18 anos de idade. Os municípios estão autorizados dentro desses 70%, aplicarem a vacina da Pfizer em adolescentes acima de 12 anos com comorbidades graves.

Das 105.090 doses dos três fabricantes, 30% será utilizado para dar continuidade aos 28 grupos prioritários definidos pelo Programa Nacional de Imunização (PNI).

PUBLICIDADE

Estudo de vacinação em massa nos 13 municípios de fronteira

Mato Grosso do Sul também irá receber do Ministério da Saúde 150 mil doses da vacina da Janssen para um estudo que irá realizar a imunização em massa de 13 municípios que fazem fronteira com outros países em Mato Grosso do Sul.

O estudo está sendo capitaneado pelo infectologista Júlio Crodda através do grupo VEBRA COVID-19, que tem o apoio da Opas e é composto por diversas instituição, como Fiocruz, UFMS, Stanford university, Yale university, Instituto de Salude Global de Barcelona, Universidade da Florida, entre outras.

Será avaliado o impacto de vacinação em massa, em pessoas entre 18 a 50 anos em 13 cidades de fronteira do estado de Mato Grosso do Sul, após 14 dias de dose única da Janssen. O objetivo é estimar efetividade de um regime de uma dose da Janssen redução de riscos de forma sintomáticas, graves e óbitos por COVID-19 após 14 dias.

Os municípios que vão fazer parte do estudo de vacinação em massa são Mundo Novo, Japorã, Sete Quedas, Paranhos, Coronel Sapucaia, Aral Moreira, Ponta Porã, Antônio João, Bela Vista, Caracol, Porto Murtinho, Corumbá e Ladário.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE