Casos de Covid-19 dobram e Prefeitura aumenta restrições; Forças de Segurança vão intensificar fiscalização

You are currently viewing Casos de Covid-19 dobram e Prefeitura aumenta restrições; Forças de Segurança vão intensificar fiscalização
Agentes da AGETRAT e Policiais Militares em fiscalização ao toque de recolher em Corumbá
  • Post author:
PUBLICIDADE

O prefeito de Corumbá, Marcelo Iunes, se reuniu nesta quinta-feira, 27 de maio, com o comandante do 6º Batalhão de Polícia Militar, tenente-coronel Élcio Almeida; o delegado-regional da Polícia Civil, Alex Sandro Antônio Peixoto; e o comandante do 3º Grupamento de Bombeiros, tenente-coronel Luciano Lopes de Alencar, para alinhar a intensificação na fiscalização das medidas estabelecidas pelo Decreto Nº 2.582, que será publicado no DIOCORUMBÁ de hoje.

“Infelizmente, tivemos um aumento muito grande nos casos confirmados de Covid-19 na nossa cidade. A quantidade de positivos dobrou em relação à semana passada e por causa disso vamos ter que adotar medidas ainda mais restritivas para evitar as aglomerações”, explicou o prefeito. “Nosso trabalho, nosso principal objetivo, é buscar o equilíbrio entre a Economia, o Social e a Saúde. Neste momento, para evitar ainda mais óbitos, precisamos ser mais rígidos e preservar vidas”, completou.

PUBLICIDADE

Marcelo Iunes lembrou que os investimentos realizados desde o começo da pandemia na Santa Casa de Corumbá foram fundamentais para impedir que o sistema público municipal de saúde estivesse, atualmente, em colapso. “Graças a Deus temos oxigênio, medicamentos e equipamentos, como os respiradores por exemplo, para atender bem nossa população”, observou o chefe do Executivo, que completou:

“Nós temos hoje 40 leitos clínicos, 15 leitos semi-intensivos e 17 leitos de UTI na Santa Casa. É uma estrutura muito boa, mas a população precisa entender que não é só para Corumbá, mas atende também Ladário e os irmãos bolivianos da fronteira. São aproximadamente 170 mil pessoas que dependem do nosso hospital”, completou o chefe do Executivo municipal.

O secretário municipal de Saúde, Rogério Leite; o secretário de Segurança e Defesa Social, César Freitas Duarte; o coordenador do setor de Posturas e responsável pelo Grupo de Fiscalização Integrada (GFI), Luciano Cruz; a secretária-adjunta de Saúde, Mariluce Leão; o comandante da Guarda Civil Municipal, Miguel Soares; e o assessor-executivo Elbio Mendonça também participaram da reunião, realizada obedecendo todos os protocolos de biossegurança contra o novo Coronavírus.

Seguindo as determinações do Programa Prosseguir – divulgado pelo Governo do Estado e que colocou Corumbá na bandeira vermelha, classificando como de alto grau de risco para infecção pelo Coronavírus – e do Decreto Nº 2.582, as Forças de Segurança vão intensificar o trabalho de fiscalização, principalmente aos finais de semana. O objetivo principal é evitar aglomerações e festas clandestinas.

PUBLICIDADE

Isolamento social

O secretário municipal de Saúde, Rogério Leite reiterou que, apesar da cidade estar com nota máxima no Prosseguir na aplicação das vacinas contra a doença, o isolamento social segue sendo o melhor método de prevenção. “Essa semana registramos o maior número de casos confirmados por biologia molecular, pelo swab. As pessoas acham que com o avanço da vacinação as pessoas não estão mais ficando doentes, mas isto é um completo despropósito, a Covid está acometendo cada vez mais pessoas jovens, temos o relato de inúmeras pessoas jovens sem comorbidades que estão internadas”, afirmou.

Restrições

Por causa da bandeira vermelha no Programa Prosseguir, o toque de recolher em Corumbá passa a ser das 21h às 5 horas de hoje, 27, até o dia 9 de junho. Além dessa medida, o Decreto Municipal Nº 2.582 ainda estabelece a ocupação máxima de mercados, supermercados, mercearias e congêneres a 30% da capacidade total do estabelecimento, mantidas as demais medidas já impostas.

Ficam interditadas a Orla e a Prainha do Porto Geral, permitindo-se nesta apenas o embarque e desembarque de pessoas e cargas. Nos locais privados de práticas esportivas, fica proibido o comércio de alimentos e bebidas, bem como o uso de churrasqueiras, devendo o estabelecimento ser utilizado, exclusivamente, para o desporto, respeitadas as medidas já impostas aplicáveis à atividade.

O Decreto também suspendeu eventos realizados em casas noturnas, casas de shows, pubs e congêneres, ainda que no Cadastro Nacional de Atividades Econômicas conste atividades diversas, como bares, restaurantes, entre outras. A restrição não se aplica aos salões de festa, permitido nestes a realização de casamentos, aniversários e batizados, com lotação máxima de 50 pessoas.

No que se refere às reuniões religiosas em igrejas, templos, centros espíritas e demais locais destinados à manifestações religiosas, está permitido o limite de 30% da capacidade do local, com distância mínima de 2m entre os participantes, limitando-se a 100 pessoas no total. O Decreto entra em vigor nesta quinta-feira, dia 27.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE