Deputado de MS propõe inclusão nas escolas de disciplina para proteger crianças dos perigos da Internet

You are currently viewing Deputado de MS propõe inclusão nas escolas de disciplina para proteger crianças dos perigos da Internet
Foto: Cláudio Basílio (PSD)
  • Post author:

Brasília (DF)- Mais de 24 milhões de crianças e adolescentes têm acesso à internet no Brasil, segundo dados do Comitê Gestor da Internet. Cresce com isso também o desafio das famílias em acompanhar e orientar seus filhos no uso dessa ferramenta tão importante, mas que também pode trazer grandes riscos.

PUBLICIDADE

Por esses e outros motivos, nesta terça-feira (9) o deputado federal Fábio Trad (PSD/MS) encaminhou uma indicação ao Ministro da Educação, Abraham Weintraub, solicitando que sejam inseridos nos currículos de ensino fundamental uma disciplina para ensinar as crianças a manterem-se seguras e protegidas ao navegar na Internet.

A despeito de todos os avanços e benefícios trazidos pela rede mundial de computadores, o parlamentar adverte que à reboque sobreveio também uma profusão de imagens indevidas e explícitas, comentários racistas e sexistas ou teorias da conspiração malucas e tantos outros perigos aos quais as crianças estão expostas.

“As crianças são hoje nossa maior preocupação. Ao navegar pela internet, os pequenos podem, facilmente, se tornar alvos de hackers e até predadores sexuais que aproveitam-se da inocência infantil passando-se por amigos”, disse o autor da proposição.

Para Trad, existem muitas formas de proteger as crianças dos perigos da Internet, basta boa vontade e planejamento dos gestores públicos. Como exemplo, ele citou um programa de alfabetização na Internet lançado em 2017 pelo Google e denominado “Be Internet Awesome”, cujo objetivo é justamente ensinar crianças de 7 e 11 anos sobre como se manter seguro e protegido online.

PUBLICIDADE

“O conteúdo inclusive já existe. Um programa de alfabetização midiática no ensino fundamental faz-se urgente. É mister que treinemos nossos educadores para que orientem os pequenos a utilizarem a Internet de forma saudável”.

 

 

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE