Santa Casa investe R$ 480 mil em aquisição de medicamentos e garante estoque para 30 dias

You are currently viewing Santa Casa investe R$ 480 mil em aquisição de medicamentos e garante estoque para 30 dias
  • Post author:
PUBLICIDADE

Corumbá (MS) – Na última quinta-feira, dia 09, a Junta Interventora da Associação Beneficente de Corumbá destinou R$ 480 mil para a aquisição de medicamentos e materiais de consumo da Farmácia do Hospital, respeitando a Curva ABC, método de categorização de estoques que tem por objetivo a determinação de quais são os produtos mais importantes para a Santa Casa.

Com a aplicação, a farmácia terá o seu estoque garantido pelos próximos 30 dias.

PUBLICIDADE

Em abril deste ano houve reajuste nos valores dos medicamentos e produtos farmacêuticos. O aumento trás impacto significante para a saúde pública do Brasil, que já vive na UTI há anos pela insuficiência financeira.

Para o Diretor Chefe da Farmácia da ABC, Álisson Morais Cordeiro, “a atual Junta Interventora possui consciência da importância de haver em estoque materiais e medicamentos padronizados, fator indispensável para cumprir as diretrizes pré-estabelecidas pelo SUS”.

“Posso afirmar que com a nova rotina de dispensação adotada” referindo-se ao sistema de distribuição individualizado, “eliminamos as perdas que aconteciam, garantindo assim uma assistência farmacêutica mais completa para o paciente” reportou Alisson.

O sistema de gerenciamento atual é feito de forma transparente. A adoção do método de “tripla checagem”, evita desperdícios. Nele as medicações e materiais são entregues para o setor, ao fim de cada plantão é feita a coleta do material remanescente (aquele que não foi utilizado), e este é reintegrado à farmácia.

PUBLICIDADE

A Junta Interventora vem lutando para que haja reajuste nos repasses dos Governos do Estado e Federal para que o setor não sofra de escassez grave. Atualmente as compras são possíveis graças ao aumento do repasse do município de Ladário e aos aditivos de Corumbá. Corumbá em breve também passará por reajuste, o município aporta hoje R$ 550 mil mensais e a previsão é de aumentar para R$ 750 mil/mês. Já o município de Ladário, cuja colaboração firmada em acordo que era de R$ 20 mil, passou a partir do mês de abril a empregar R$ 80 mil mensais.

Mensalmente a ABC fecha no negativo porque os recursos são insuficientes para cobrir a demanda. Para que os serviços não sejam interrompidos e a população não sofra, a Prefeitura de Corumbá é constantemente solicitada para que faça aditivos. A Associação Beneficente de Corumbá é a única que oferta serviços de saúde pelo SUS na região do Pantanal e atende a quatro municípios, sendo dois bolivianos.  Em caso de falência a população local padeceria, tendo como alternativa mais próxima o hospital que está a 432 km de distância.

Assessoria de Comunicação da Associação Beneficente de Corumbá

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE