Peixaria é autuada por vender produtos vencidos ha mais de um ano em MS

You are currently viewing Peixaria é autuada por vender produtos vencidos ha mais de um ano em MS
  • Post author:
PUBLICIDADE

Denúncia na Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor (Procon-MS), nesta terça-feira (16), em Campo Grande, levou equipe até uma peixaria na rua Trindade, Vila Progresso, onde foram encontrados produtos vencidos há mais de um ano, além de outras irregularidades como embalagens violadas, sem informação da origem, validade e peso.

Com relação à documentação, o Procon ressaltou que o local estava com alvará de funcionamento vencido desde novembro de 2018. Antes das constatações, a equipe contou que a denúncia falava sobre falta de informações sobre o peso dos produtos. No entanto, várias outras fraudes foram constatadas.

PUBLICIDADE

Foram apreendidos ao todo 8 kg de postas de cação, vencidos no dia 2 deste mês; uma embalagem de banda de pacu sem espinha, pesando 490 gramas, com data de validade para 21 de março do ano anterior, todos embalados pela própria empresa. . Ressalte-se que ambos os produtos foram embalados pela própria empresa.

Já as embalagens violadas tinham postas de pintado, tentáculos de polvo e carcaça de peixes. Os que estavam sem informação ou com informação ilegível eram tentáculos de polvo, bandas de pacu, lulas além de outros produtos como gergelim branco e gergelim preto.

Tudo foi descartado na presença da fiscalização e de funcionários da peixaria, tendo sido expedido auto de infração e dado prazo para defesa dos responsáveis pelo estabelecimento comercial.

Danos para consumidor

Nesta quarta-feira (17), as fiscalizações do Procon continuam em diversos bairros da cidade. “Nossas equipes estão na rua. Ontem tivemos a autuação em dois mercados, tanto o Tijuca como o Vila Anahy. Pedimos que continuem com denúncias, principalmente porque este é um momento de consumo alto e, se tiver impróprio, pode causar enormes danos para a saúde do consumidor”, finalizou o superintendente Marcelo Salomão.

PUBLICIDADE
Peixe estava vencido há mais de um ano em MS, diz Procon-MS — Foto: Procon-MS/Divulgação

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE