Zeca respeita decisão mas vê prejuízo para PT e Duarte

 

Deputado se manifestou logo após nota emitida pelo presidente estadual do PT / Foto: Internet
Deputado se manifestou logo após nota emitida pelo presidente estadual do PT / Foto: Internet

Corumbá (MS)- Deputado Eleito pelo Partido dos Trabalhadores , Zeca do PT se manifestou em relação a nota emitida pelo atual presidente regional do partido, onde anunciou a sua permanência no cargo. De acordo com Zeca, a decisão do prefeito de Corumbá Paulo Duarte poderá trazer resultados ruins para o partido e até mesmo para o próprio presidente.

“Eu respeito esta decisão, que é de foro pessoal e tem que ser respeitada. Mas é decisão unilateral, porque não há trâmite partidário. E ele só sairia se renunciasse. De qualquer forma, pensando no partido e também no próprio Paulo Duarte, acho que haverá forte implicação, ambos terão prejuízo”, comentou.

A difusão dos cenários de atuação entre os dois cargos (prefeito e Presidente do partido), poderia segundo Zeca, impactar no desempenho das funções e afetar tanto as expectativas da população quanto a de partidários do PT.

“Um fator pontual é responder ao desafio de conciliar dois mandatos difíceis, com demandas específicas e simultâneas. Ser presidente de um partido que atua em 79 municípios e comandar uma cidade com mais de 100 mil habitantes, a maior administrada no Estado pelo PT, são responsabilidades altamente complexas. O vai-e-vem é muito desgastante e nem sempre produtivo”, citou.

Renovação

O deputado ainda salientou que, apesar de respeitar a decisão, acredita que o momento seria o momento do partido, principalmente no contexto estadual, se recompor politicamente, programática e gerencialmente, após a derrota sofrida nas ultimas eleições.

“O Paulo Duarte tornou-se presidente do PT como fruto de um grande acordo que durou dez anos, um projeto que não deu certo, que foi a tentativa de fazer Delcídio do Amaral governador. Foi uma solução equivocada”, argumentou.

Sobre a nota oficial distribuída por Paulo Duarte, creditando sua permanência a apelos da direção nacional e de militantes contrários à renúncia, Zeca contou  ter feito contato com dirigentes do partido e nenhum deles confirmou a versão do prefeito.

Ainda em relação à declaração de Duarte sobre pedido da direção nacional do PT, a informação foi negada por Francisco Campos, que é chefe de gabinete do presidente nacional da sigla Rui Falcão. Segundo Francisco, Duarte esteve com Rui na semana passada acompanhado do senador Delcídio do Amaral para apenas comunicar a direção nacional do PT a decisão que ele já havia tomado de permanecer na presidência do partido.(Com informações MS Notícias)

Comentários

Mais lidas

Sorry. No data so far.