Homicídio de caminhoneiro pode ter sido crime passional

a
Vítima foi alvejada por cinco disparos / Foto: Erik Silva

Corumbá (MS)- Com as investigações em andamento, relativas ao homicídio do caminhoneiro Manoel Centurion de 30 anos, ocorrido na manhã desta quinta-feira (22), em Corumbá, a polícia investiga os fatores que motivaram três indivíduos que chegaram em um veículo a cometerem o crime.

De acordo com o boletim de ocorrência nº 470/2015, testemunhas afirmaram que os autores estariam em um Palio modelo Weekend, de cor cinza com adesivos “Filhos de Jorge”. Enquanto o motorista permaneceu o tempo todo no carro, dois indivíduos desceram e perguntaram por Manoel, que descarregava uma carga de arroz.

Eles obrigaram a vítima a entrar no depósito e iniciou uma discussão, Manoel reagiu e desferiu um soco em um dos homens que começaram a efetuar disparos contra ele. Cinco tiros atingiram o caminhoneiro que morreu no local.

De imediato a polícia deu inicio às investigações e chegou até o suposto proprietário do veículo que informou ter vendido o automóvel para uma agencia, que por sua vez relatou também já ter vendido o carro para uma mulher.

Crime Passional

Pessoas próximas da vítima relataram de forma não oficial que o suposto autor teria discutido com Manoel há alguns dias atrás. A motivação da desavença seria ciúmes com por parte o acusado. As investigações prosseguem e a polícia ainda não descarta nenhuma possibilidade.

Relacionadas

Comentários

%d blogueiros gostam disto: