Governo mantém negociação com Fetems sobre reajuste dos professores

Foto Chico Ribeiro
Foto Chico Ribeiro

A equipe de secretários de Estado de Governo e a direção da Federação dos Trabalhadores de Mato Grosso do Sul (Fetems) realizaram, nesta quinta-feira (22), a terceira reunião de negociações para pagamento do reajuste dos professores da rede estadual de ensino.

Uma próxima reunião ficou definida para avançar as negociações, conforme explicou a secretária de Estado de Educação, Maria Cecília Amendola da Motta. “Estamos em análise e as negociações continuam. Marcamos uma próxima reunião para a próxima segunda-feira (26 de janeiro). O diálogo aberto permanece até fecharmos o acordo” afirmou a Secretária de Educação.

De acordo com o presidente da Fetems, Roberto Botareli, a categoria está otimista. “O governo está aberto e estamos analisando em conjunto a arrecadação e os impactos na folha de pagamento. Temos até dia 30 de janeiro para receber a resposta do Governo” declarou Botareli. São cerca de 20 mil professores na rede estadual de ensino.

De acordo com a lei, o cálculo para a remuneração dos profissionais do magistério público da Educação Básica, para jornada de 20 horas semanais, se dará, a partir de janeiro de 2015, com o índice de correção aplicado ao piso salarial profissional nacional de até 40 horas semanais, acrescido de ¼ da diferença entre o piso nacional e o piso salarial profissional estadual. A partir de janeiro de 2016, o índice será acrescido de 1/3 da diferença entre o piso nacional e o piso salarial estadual. Em janeiro de 2017, o índice será acrescido de ½ da diferença entre os dois pisos e a partir de 2018, o valor do piso nacional corresponderá ao piso estadual.

Participaram da reunião a secretária de Estado de Educação, Maria Cecília Amedola da Motta, o secretário de Estado de Governo, Eduardo Riedel, o Secretário de Administração e Desburocratização, Carlos Alberto de Assis e a diretoria da Fetems

Comentários

%d blogueiros gostam disto: