Com 26 agentes, ROMU realizou cerca de 180 abordagens por noite durante o Carnaval

Equipe atuou com 26 agentes focando nas abordagens de indivíduos em atitude suspeita – Fotos: Divulgação

Cerca de 180 abordagens, com busca pessoal por noite. Esse é número estipulado pela Ronda Ostensiva Municipal – ROMU, da Guarda Municipal, que atuou durante os dias de festa em Corumbá. Vinte e seis agentes tiveram empenhados nas ações de trabalho intensificadas junto aos outros órgãos de segurança, no perímetro que correspondia a festa, principalmente nas ruas de acesso da Avenida, General Rondon.

Segundo a ROMU, as abordagens aconteceram nas ruas de acesso ao local da festa, na tentativa de evitar qualquer tipo de confusão. Bolsas, sacolas, mochilas foram revistadas, onde em sua maioria, os agentes acabaram encontrando inúmeras facas, canivetes e todo tipo de material cortante e/ou perfurante.

Além disso, os agentes realizaram apreensões de substâncias análogas a maconha e cocaína. Em grande parte das abordagens, os envolvidos alegaram ser para uso pessoal.

Na oportunidade, também foram recolhidas uma grande quantidade de garrafas de vidro, material que poderia servir de arma por seu poder cortante, podendo gerar graves ferimentos se arremessadas no meio da multidão.

“Mesmo com todas as ações feitas, duas mortes foram registradas, sendo em ambos os casos a utilização de arma branca. Nosso grupamento intensificou ao máximo a segurança nesses locais para garantir que os foliões pudessem se divertir tranquilamente, mas infelizmente muitos jovens saem de casa com a intenção de causar confusão na Avenida. Inclusive, recebemos informação de que alguns grupos estariam até marcando encontro para brigarem no perímetro do Carnaval, até mesmo estariam se desafiando. Porém as nossas equipes estavam empenhadas e as ações de abordagens nos ajudaram a intervir e prevenir, garantindo assim, a paz e a segurança entre os foliões”, disse o guarda municipal Carneiro responsável pelo Núcleo de Ações Táticas da Guarda Municipal.

Ainda de acordo com a ROMU, a equipe efetuou 30 encaminhamentos, ocorrências mais leves, como envolvimentos de indivíduos por briga em cada noite ao setor de triagem.

Já os considerados graves, os envolvidos eram levados diretamente à Delegacia de Polícia Civil, para providências cabíveis. A equipe ainda ressalta o encaminhamento de inúmeras mulheres envolvidas nas confusões que ocorriam geralmente na Praça Generoso Ponce, local dos shows populares nos dias de folia.

Atuação

Dias antes do início do Carnaval, os agentes da ROMU participaram de um treinamento, onde os próprios agentes foram os responsáveis em ministrar o curso que teve como envolvimento ações táticas; operações táticas especiais; controle de distúrbio civil, entre outras ações que desempenhadas pelos agentes durante as abordagens no dia-a-dia e em eventos de grande porte. Além disso, as agentes da GM e ROMU atuaram em motos e viaturas, dando apoio aos órgãos de segurança, como a Polícia Militar, por meio do 6º Batalhão e também militares de outras unidades do Estado, como a Cavalaria.

Comentários